Marinha Grande, Sociedade

Marinha Grande já acolheu cerca de meia centena de refugiados ucraniano

O concelho da Marinha Grande já acolheu, pelo menos, cerca de meia centena de refugiados ucranianos, sobretudo mulheres e crianças, que têm sido alojados com ucranianos que já se encontravam a residir no concelho e em habitações cedidas temporariamente por voluntários através da plataforma de recursos e de alojamentos “SOS Ucrânia – Região de Leiria”.

Na passada sexta-feira, 18 de março, chegaram à Marinha Grande 21 pessoas de nacionalidade ucraniana, tendo todas testado negativo à Covid-19, num rastreio assegurado pelo Centro de Saúde, em coordenação com o Município.

Os cidadãos foram recebidos pela vereadora da ação social da Câmara Municipal, Ana Alves Monteiro, que deu as boas-vindas, fazendo “votos para que tenham uma boa integração na nova comunidade, como forma de procurar ultrapassar os constrangimentos vividos devido à invasão do seu país de origem, pela Rússia”.

A vereadora recorda que “o Município está a trabalhar em articulação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Segurança Social, Agrupamento de Escolas, serviços de Saúde locais, instituições sociais, bem como a comunidade ucraniana local, de modo a conseguirmos garantir a melhor integração possível dos imigrantes”.

Até ao momento, “tem sido assegurado alojamento a todos os refugiados recém-chegados, através do seu acolhimento por famílias de imigrantes que já se encontravam a residir na Marinha Grande e da cedência de alojamento temporário disponibilizado por cidadãos, que a título voluntário, se inscreveram na plataforma criada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria”, explica a vereadora.

As crianças e jovens são imediatamente colocadas nos vários estabelecimentos de ensino, estando a ser garantido transporte e alimentação escolar.

A Câmara Municipal colaborou com o Instituto de Emprego e Formação Profissional e a Segurança Social na criação do balcão de Atendimento Integrado Misto, para pessoas deslocadas da Ucrânia, a funcionar no Serviço Local de Segurança Social e que vai prestar atendimento mediante marcação prévia, em coordenação com o SEF.

Angariação de bens para os refugiados ucranianos

O grupo de cidadãos ucranianos residentes no concelho, auto-intitulado “Coração da Ucrânia”, tem coordenado as ações de angariação de bens, a decorrer no Auditório Municipal (antigas instalações do Posto de Turismo), situado na Avenida Dr. José Henriques Vareda, auxiliando ucranianos que se encontram na Ucrânia e na Polónia e os recém chegados à Marinha Grande.

Desde o início das campanhas de angariação de bens, para as quais têm contribuído empresas e particulares do concelho e região, já foi possível enviar para a Ucrânia e para campos de refugiados na Polónia, um autocarro e dois camiões, com alimentos, medicamentos, artigos de higiene, vestuário, fraldas, entre outros bens.

Neste momento, a ajuda humanitária deste grupo centra-se nos refugiados recém chegados, sendo necessário o apoio da população com cartões/vales de compras de supermercados, bens alimentares não perecíveis e artigos de higiene.

Em breve, o grupo, que tem a página no Facebook “Coração da Ucrânia”, irá criar um sítio de internet, onde qualquer interessado poderá inscrever a lista de bens a disponibilizar, como mobílias, eletrodomésticos, roupa de camas, bens utilitários para a casa, etc.

Se precisa de uma Empresa de Marketing Digital pode ver a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.