Marinha Grande, Sociedade

Marinha Grande comemorou o 34º aniversário como cidade

A Marinha Grande comemorou o 34º aniversário da sua elevação a cidade, esta sexta-feira, 11 de março, através de atividades dirigidas à população e que envolveram as restantes cidades irmãs.

As comemorações começaram de manhã, em simultaneamente nas quatro cidades irmãs, elevadas a cidade no mesmo dia, em 11 de março de 1988: Marinha Grande, Fundão, Montemor-o-Novo e Vila Real de Santo António.

O programa da Marinha Grande incluiu a concentração na Praça Stephens, para o hastear das bandeiras, e a sessão comemorativa realizada no Auditório da Resinagem, que contou com a intervenção do presidente da Câmara da Marinha Grande, Aurélio Ferreira, e com a presença do presidente da Assembleia Municipal, Aníbal Curto Ribeiro, dos vereadores Ana Alves Monteiro, João Brito e António Fragoso, entidades locais, crianças e professores das Escolas EB da Comeira e EB Guilherme Stephens que integram o projeto educativo «À Descoberta das 4 Cidades».

Na sessão comemorativa, o presidente Aurélio Ferreira recordou que, “ao longo destes 34 anos, os municípios geminados têm feito um percurso de crescimento, amadurecimento e evolução. A sua geminação permitiu que estabelecessem uma verdadeira irmandade, que une instituições e, o mais importante, pessoas”.

Agradeceu o empenho de autarcas, técnicos municipais, empresários, professores, alunos e cidadãos anónimos, que têm tornado tão expressiva a relação entre estes municípios, nas mais diversas áreas, sobretudo mantendo ativo o projeto educativo “À Descoberta das 4 Cidades”, que “tem assumido um carácter de investigação, indo à procura daquilo que é desconhecido em cada uma das terras irmãs, bem como da sua singularidade enquanto espaços diferenciados”.

O presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande referiu que os alunos e professores do concelho que participam neste projeto “são os verdadeiros embaixadores da nossa terra e que, de forma acrescida, têm a oportunidade de conhecer o Fundão, Montemor-o-Novo e Vila Real de Santo António”.

Apelou a que estas crianças, quando receberem ou visitarem os colegas das cidades irmãs lhes recordem que, “2022 foi declarado pela Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional do Vidro e que a Marinha Grande é a Capital Nacional do Vidro” e que os informem “que foi a partir da indústria de vidros, que surgiram outras atividades económicas importantes, como a produção de moldes e plásticos que, no seu conjunto, fazem hoje a Marinha um território industrial muito Grande, que faz justiça ao seu próprio nome”.

Realizou-se ainda um Fórum online, transmitido nas redes sociais, que teve a participação dos presidentes de Câmara das quatro cidades. Foram debatidos temas como a importância das geminações enquanto contributo para a criação de sinergias e potenciador de projetos inovadores no desenvolvimento dos Municípios; o projeto “À Descoberta das 4 Cidades” enquanto exemplo unificador de ideias, parcerias e boas práticas; entre outros assuntos.

Se precisa de uma empresa para criação de sites profissionais pode contactar a empresa Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.