Celorico de Basto, Cultura

Peça de teatro “Pedras de Memória” subiu ao palco em Celorico de Basto

A Rota do Românico promoveu a produção de uma peça de teatro designada “Pedras de Memória”, voltada para a valorização do património imaterial e dos monumentos da Rota do Românico, em cujas pedras está preservada a memória de séculos passados, com lendas, contos e histórias do Tâmega e Sousa como base de inspiração.

Celorico de Basto conta com a inclusão de 4 monumentos na Rota do Românico, o Castelo de Arnoia, a igreja de São Salvador de Ribas, a Igreja de Santa Maria de Veade e de S. Salvador de Fervença.

A peça subiu ao palco do Centro Cultural Marcelo Rebelo de Sousa no dia 16 de outubro e contou com uma plateia atenta a assistir a um enredo inspirado nas lendas da região do Tâmega e Sousa, que procura fixar na dramaturgia uma parte do património imaterial. O espetáculo é trazido para a contemporaneidade através dos dispositivos cénicos, do jogo teatral, do humor, do canto e da música ao vivo.

A peça “Pedras de Memórias” é produzida pela companhia Jangada Teatro, com texto e encenação da responsabilidade de Luís Oliveira, e conta com um leque de atores amadores dos concelhos de Celorico de Basto, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel. Em representação de Celorico de Basto integram o elenco Natércia Seixas e Teresa Canais Seco, atrizes do Grupo de Teatro Celoricense, que aceitaram o desafio e se associaram a esta iniciativa.

Para Teresa Canais Seco esta é uma experiencia fantástica “que nos permite, enquanto atores amadores, ganhar mais experiência e crescer numa arte única, desafiante e que me deixa, particularmente, realizada. Esta peça procura, de forma hilariante, fazer referência a vários monumentos da Rota do Românico, com histórias, contos e lendas guardadas na memória de muitos e dramatizada com humor”.

A peça, que foi já exibida em Penafiel e Lousada, segue agora para o Auditório da Biblioteca Municipal de Felgueiras, onde será apresentada no próximo dia 22, no dia 23 na Casa da Cultura de Paredes e no dia 24 na Associação de Socorros Mútuos Freamundense, em Paços de Ferreira.

Esta iniciativa é cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Se precisa de Agência de design gráfico pode ver a Livetech

Para fazer a Destartarização dos seus dentes vá a Medway

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *