Porto de Mós, Sociedade

Antiga igreja do Arrimal em Porto de Mós vai ser recuperada

No dia 13 de junho a Câmara Municipal de Porto de Mós e a Fábrica da Igreja Paroquial do Arrimal assinaram o contrato de comodato, que estabelece a responsabilidade do Município de Porto de Mós sobre o edifício da igreja velha do Arrimal, com o objetivo de recuperar e dignificar este património abandonado e degradado há largas dezenas de anos. A autarquia assume, assim, as despesas inerentes às obras de conservação e restauro, que serão acompanhadas também pelo Departamento Diocesano do Património Cultural.

O projeto da obra será realizado pelo arquiteto Paulo Durão, nome reconhecido no meio e filho da terra. Entretanto, numa primeira fase, urge limpar o espaço, avaliar a necessidade de contenção urgente das estruturas e vedar, de acordo com as palavras de Jorge Vala, Presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós.

Pretende-se que a antiga igreja do Arrimal se transforme num centro de investigação hidrográfica, tendo em consideração a sua localização, perto das lagoas, e os trabalhos de pesquisa que decorrem por parte da comunidade científica no parque natural. O novo projeto contemplará, também, um espaço de promoção dos produtos endógenos e de artesanato.

Neste dia foi, ainda, inaugurado o Salão Paroquial Santa Maria, no Arrimal, uma obra que contou com o apoio municipal, no montante de €45 000,00, que pretende servir a população e ser um espaço de convívio, lazer e promoção da cultura popular.

No dia da inauguração, o Salão Paroquial Santa Maria acolheu a exposição “Resgatar-nos do esquecimento, recuperar o futuro”, resultado do trabalho conjunto do Museu Municipal de Porto de Mós e de Rodrigo Martins, natural do Arrimal, responsável pela restauração das peças expostas, recuperadas da antiga igreja e de outros espaços da localidade.

Se precisa de Agência de branding pode falar com a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *