Alfândega da Fé, Sociedade

Alfândega da Fé investe na luta biológica no combate à vespa

Em Alfândega da Fé a luta biológica no combate à vespa da galha do castanheiro continua. A autarquia promoveu este ano, durante os meses de abril e maio, a realização de trinta e duas largadas do insecto torymus sinensis, que elimina a vespa, para travar a sua expansão e prevenir prejuízos na produção de castanha.

As largadas foram realizadas em soutos situados na zona mais a norte do concelho, na serra de Bornes onde se concentra a produção de castanha, com enfoque em áreas onde foram detetados focos da vespa da galha do castanheiro.

A vespa da galha do castanheiro é um inseto que ataca o castanheiro provocando a formação de galhas nos gomos e folhas, levando a uma redução do crescimento dos ramos e a frutificação, podendo diminuir drasticamente a produção e a qualidade da castanha.

A largada do inseto combatente é a principal forma de erradicação sendo, contudo, necessário complementar esta ação com a adoção de práticas de cultivo que ajudem à proliferação do torymus sinensis. Assim, recomenda-se aos agricultores que mantenham os soutos por lavrar de outubro até maio, mantenham os galhos mais finos nos terrenos após as podas e evitem a aplicação de insecticidas, em especial entre os meses de março e maio.

Este é já o terceiro ano consecutivo que o Município promove a realização de largadas, tendo vindo a complementar este apoio aos produtores de castanha com o serviço técnico especializado na área do souto e com o combate a outras pragas e doenças que afetam os castanheiros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *