Santa Marta de Penaguião, Sociedade

Deco Proteste destaca Santa Marta de Penaguião

O concelho de Santa Marta de Penaguião aparece em destaque no “ranking” dos concelhos da região e do país que concede mais apoios e incentivos sociais aos seus munícipes, de acordo com um estudo realizado pela Deco Proteste.

Segundo os dados apresentados no separador “O Interior é sustentável” no site da Deco Proteste, Santa Marta de Penaguião preenche os requisitos avaliados, nomeadamente: na taxa do IMI (0,30%); no apoio à Habitação com a recuperação de casas degradadas e obras; no apoio à criação de emprego com a venda de lotes a 1 euro/metro quadrado para empresas que se queiram instalar no município e criarem postos de trabalho; e na celebração de contratos de emprego sazonal. O apoio à terceira idade também é um dos requisitos avaliado e considerado, descontos na água, nas tarifas do lixo e saneamento ou com o 100% de desconto para idosos e pessoas economicamente carenciadas, com o cartão municipal do idoso e com atribuição de fraldas para idosos acamados.

Em Santa Marta de Penaguião os mais novos também usufruem de apoios na oferta de livros escolares às crianças do 1.º ciclo e bolsas de estudo aos estudantes universitários no valor de 500 euros/cada.

De salientar que para além dos apoios sociais considerados no estudo, o Município disponibiliza ainda ajuda com o apoio à medicação, transportes gratuitos para todos os alunos até ao 9º ano, isenções de taxas para bombeiros voluntários, prémios de excelência para os alunos do concelho, bem como refeições gratuitas para todos os alunos carenciados que estudem no Agrupamento do concelho, rede de serviço de apoio domiciliário para os Idosos, programa de Estágios PEPAL, Gabinete de Inserção Profissional e disponibilização gratuita de uma plataforma de vendas online, entre outros.

Todos os requisitos abrangidos colocam assim Santa Marta de Penaguião como um dos concelhos que mais contribui para o repovoamento do interior do País, para a fixação da população e com maior responsabilidade na qualidade de vida dos seus munícipes.

Segundo a Deco Proteste “as grandes cidades do litoral concentram 70% da população, mas só podemos ser verdadeiramente sustentáveis se voltarmos ao interior e reequilibrarmos a balança”.

O estudo da Deco pode ser consultado em

https://www.deco.proteste.pt/sust…/incentivos-viver-interior

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *