Lousã

40 000 árvores plantadas este ano na Lousã

No âmbito de uma candidatura elaborada pelo Município da Lousã ao concurso “Preservar a Natureza”, promovido pela E-REDES, a Câmara Municipal recebeu 40 000 árvores autóctones que serão plantadas no Concelho até 23 de novembro do presente ano.

Como forma de assinalar a receção destas espécies, que serão entregues gradualmente, hoje foi promovida a plantação de uma árvore no Parque Urbano e assinadas diversas cartas de compromisso com entidades do Concelho que assumirão a plantação destas árvores, nomeadamente com as quatro juntas de freguesia do Concelho, com os Conselhos Diretivo dos Baldios da Extinta Freguesia de Vilarinho, da Lousã, do Candal, da Cerdeira e do Catarredor.

Estes acordos têm como objetivo tornar todo o processo de plantação e acompanhamento das espécies mais eficaz e eficiente.

Com o intuito de rearborizar a Lousã, serão recebidas no âmbito desta iniciativa 15 000 sobreiros “Quercus suber”, 12 500 medronheiros “Arbustus unedo” e 12 500 carvalhos portugueses “Quercus faginea”.

As plantações realizadas no âmbito desta iniciativa serão visitadas no dia 23 de novembro, Dia da Floresta Autóctone.

De referir que esta oferta por parte da E-REDES integra o Plano de Investimento Social que envolve 14 municípios – Oleiros, Vila de Rei, Figueira da Foz, Seia, Castro Daire, Gouveia, Nelas, Lousã, Vouzela, Tondela, Vila de Vila Nova de Poiares, Alvaiázere, Leiria e Mação – e numa iniciativa com valor global de 250 mil euros, tendo os municípios sido selecionados conforme decisão de um júri constituído pela E-REDES e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Com esta iniciativa a Autarquia e os seus parceiros estão a prestar um contributo relevante para a recuperação da biodiversidade e mitigação das alterações climáticas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *