Destaque, Economia, Póvoa de Lanhoso

Póvoa de Lanhoso é o município que beneficia mais de fundos comunitários.

Entre finais de 2017 e o momento atual, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso territorializou apoios no valor de 9.633.320,27 €, através de candidaturas aprovadas a instrumentos de financiamento comunitários e nacionais.

Este valor permitiu alavancar um investimento total de 12.853.505,22 €, que se materializa em projectos como a Requalificação da Praça Eng.º Armando Rodrigues e envolvente, a Reabilitação do Pontido – Fase 1, a Requalificação de redes pedonais na vila da Póvoa de Lanhoso, o Fecho de redes de AA ‐ Subsistema AGERE/Ponte do Bico; o Fecho de redes de AA ‐ subsistema das Andorinhas; o Fecho de redes de AA ‐ subsistema do Rabagão; o Fecho das redes de SAR na bacia do Ave ‐ Município da Póvoa de Lanhoso; o Fecho das redes de SAR ‐ subsistema de Serzedelo ‐ Município da Póvoa de Lanhoso; a Reabilitação do largo da Feira e envolvente; a melhoria da eficiência energética no edifício dos Paços do Concelho da Póvoa de Lanhoso; a Reabilitação do edifício da EPAVE; e a Requalificação e modernização das instalações da Escola Básica Gonçalo Sampaio, de entre outros.

No total, são 27 as operações financiadas por programas como o Norte 2020, POSEUR, Programa Valorizar – Linha de Apoio à Disponibilização de Redes WIFI, Fundo Ambiental, Interreg SUDOE e 1º Direito.

De lembrar que a Póvoa de Lanhoso lidera, dados reportados a 1 de fevereiro de 2021, a execução de projetos financiados no domínio da mobilidade urbana sustentável, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, na área de abrangência da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave (NUTS III Ave). De acordo com a mesma informação da CCDR-n, a Póvoa de Lanhoso é também o Município que apresenta as mais elevadas taxas de execução efetiva no universo constituído pelos seis municípios da NUTS III Ave, cujas sedes são classificadas como centros urbanos estruturantes sub-regionais e municipais.

Em termos distritais, a Póvoa de Lanhoso é o concelho com maior eficácia na captação de fundos comunitários aprovados per capita. O concelho conseguiu 711,5 euros por habitante. Dados que constam da publicação da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, designada “NORTE UE Dinâmicas dos Fundos Europeus na Região – Programas Nacionais e Regionais”, no âmbito de “PORTUGAL 2020 na Região do Norte: operações da esfera municipal e abordagens territoriais integradas (informação de 30 de junho de 2020)”. De entre os diversos indicadores analisados, a Póvoa de Lanhoso é, para o “Fundo aprovado e intensidade de fundo aprovado por habitante, por concelho da Região do Norte”, o concelho do distrito com maior eficácia na captação de fundo aprovado per capita e, para além disto, o município Povoense é o segundo mais eficaz no conjunto das outras duas NUTS III, Ave e Cávado.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *