S. João da Madeira, Sociedade

“Pensar Futuro” com Paulo Magalhães em S. João da Madeira

A Casa Comum da Humanidade, uma Associação Internacional com sede na Universidade do Porto, propõe uma nova construção jurídica global baseada nos novos conhecimentos sobre o funcionamento do Sistema Terrestre. O seu diretor-geral, Paulo Magalhães – jurista, investigador e ambientalista –, é o orador convidado da próxima sessão do ciclo “Pensar Futuro”, promovido pela Câmara Municipal de S. João da Madeira e que proporcionará uma reflexão em torno da necessidade de um estatuto jurídico para o clima.​

Essa conferência vai decorrer online, através da plataforma Zoom, com transmissão pelas redes sociais da autarquia sanjoanense, no dia 27 de fevereiro (sábado), a partir das 17h00. O convidado vai estar na Casa da Criatividade, de onde fará a sua intervenção, dando continuidade à terceira edição deste ciclo de conferências, cujas sessões foram interrompidas pelas restrições decorrentes do combate à Covid-19.

Nesse quadro, o município de S. João da Madeira vai avançar com o restante programa em formato de videoconferência, concluindo assim, neste início de 2021, a edição de iniciada no ano passado, em parceria com Lisboa – Capital Verde Europeia, e que tem como tema o Ambiente.

Mesmo no formato online, as sessões mantêm uma das suas vertentes principais que é a possibilidade de o público colocar questões, agora a distância. Isso acontecerá na sessão com Paulo Magalhães e também na que se seguirá, a 6 de março, nos mesmos moldes, com Alexandre Quintanilha, o deputado à Assembleia da República, onde preside à Comissão de Educação e Ciência.

Nas duas sessões anteriores desta terceira edição da iniciativa, os oradores foram José Sá Fernandes, ambientalista e vereador da Câmara de Lisboa, e Júlia Seixas, especialista em Ambiente, Energia e Alterações Climáticas.

Lançado em 2018, o ciclo de conferências “Pensar Futuro” é um projeto desenvolvido pela Câmara de S. João da Madeira, com o objetivo trazer ao Município um conjunto de pensadores, de diferentes áreas do conhecimento e de diferentes latitudes culturais, para refletir sobre o futuro e sobre aqueles que são os grandes movimentos de mudança e transformação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *