Destaque, Évora, Sociedade

Suplemento de penosidade e insalubridade para os trabalhadores do Município de Évora

A partir de Fevereiro, os trabalhadores do Município de Évora passam a receber o suplemento de penosidade e insalubridade, com retroativos desde Janeiro. O Presidente do Município, Carlos Pinto de Sá, acompanhado do Vereador Alexandre Varela, foi, no início do mês de Fevereiro de 2021, levar a notícia aos trabalhadores de que a luta deu finalmente frutos.

Recorde-se que em Maio de 2020, a Câmara de Évora aprovou por unanimidade, na sua reunião pública, uma proposta para atribuição do referido subsídio aos trabalhadores das autarquias locais.

Nesta, solicitava ao Governo que o correspondente decreto-lei fosse rapidamente regulamentado e aplicado perante a pandemia de Covid-19, estando um conjunto de trabalhadores a cumprir diariamente funções imprescindíveis à vida das comunidades – como por exemplo, higiene e limpeza, água e saneamento, proteção civil, cemitérios – às quais estão associadas condições de insalubridade e risco, particularmente agravadas pelo perigo de contágio que podem pôr em causa a saúde e a própria vida.

“Fizemos questão de vir pessoalmente trazer esta boa notícia aos trabalhadores, pois durante vários anos reivindicámos este suplemento e agora ele é finalmente incluído no Orçamento de Estado deste ano, o que nos deixa bastante satisfeitos”, considerou o Presidente do Município.

Se precisa de empresa de email marketing pode ver a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *