Grândola, Turismo

Turismo de Grândola cresceu em 2109

O Instituto Nacional de Estatística – I.N.E. divulgou recentemente os dados estatísticos da atividade Turística relativos ao ano de 2019. Grândola volta a apresentar um crescimento significativo na maior parte dos indicadores, continuando a habitual tendência do concelho com os valores mais elevados da região Alentejo Litoral (NUT III) e Alentejo (NUT II) – precedida em alguns indicadores por Évora, Cidade Património Mundial.

Em 2019 as dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico do concelho registaram o valor de 439.724, o maior valor de sempre, correspondendo a um aumento na ordem dos 16% face a 2018. No que respeita aos hóspedes, registou-se a presença de 162.013 turistas que pernoitaram no concelho, sendo o aumento ligeiramente maior relativamente a 2018 (+17%) e com registo de maior procura pelos mercados estrangeiros que cresceram mais de 27% relativamente ao ano transato. Os proveitos totais nos estabelecimentos de alojamento turístico aumentaram igualmente, correspondendo em 2019 ao total de 35.787€, face aos 27.272€ de 2019.

O mercado nacional continua a dominar os valores, quer em nº de hóspedes, quer em nº dormidas, representando 75% e 71% respetivamente da totalidade dos mesmos. No que toca aos mercados estrangeiros registou-se uma subida de mais de 27%, sendo o ranking dos 5 principais mercados liderado por Espanha, França, seguidos do Reino Unido, Estado Unidos da América e Alemanha.

A estada média do turista em Grândola, de 2,7 noites, continua a ser substancialmente superior à estada média da região Alentejo (NUT II) de 1,8 noites e mesmo superior à estada média nacional (2,6 noites). Estes valores significam que o concelho de Grândola convida a permanecer para usufruir das inúmeras experiências que tem para oferecer e fazem jus à fraternidade oferecida pelos grandolenses.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *