COVID-19, Estarreja

Lares de Estarreja todos testado à COVID-19

O Plano de Testes à COVID-19 nos Lares de 3.ª Idade do Concelho organizado pela Câmara Municipal de Estarreja foi concluído no início deste mês. Num processo progressivo que levou cerca de um mês, foram testados 542 utentes e 233 funcionários, de 9 instituições públicas e privadas. Este programa municipal foi ainda alargado à corporação dos Bombeiros Voluntários de Estarreja e aos profissionais do Centro Social Convívios Fraternos – Reconstruir, totalizando os 793 testes realizados.

 

Sempre em estreita articulação com as entidades locais, a Câmara Municipal avançou com a operação de rastreio, com o objetivo de testar toda a população idosa institucionalizada do concelho, ou seja, a mais fragilizada e onde a taxa de letalidade da doença é mais alta, bem como todos os funcionários dos lares e cuidadores do Serviço de Apoio Domiciliário. 


Passo determinante

Este passo do Município de Estarreja foi determinante para salvar vidas, nomeadamente da população mais vulnerável, os idosos, e deu-se num cenário de incertezas, em plena fase de mitigação (a mais grave fase de resposta à doença COVID-19), em que tardava uma resposta concreta do Sistema Nacional de Saúde e faltavam no mercado os kits necessários para a recolha de amostras.

“Vamos fazer a nossa parte para proteger a saúde dos Estarrejenses e tornar o nosso concelho o mais resiliente possível face a esta pandemia”, garantia na altura o Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina. 

Com a ameaça do vírus a pairar sobre as estruturas residenciais, era necessário despistar o mais rápido possível. A autarquia assegurou a realização dos testes à COVID-19, em articulação com a Autoridade de Saúde Local e equipas médicas das instituições, e assim prevenindo situações de contágio.

Por outro lado, com a Área de Apoio de Retaguarda, que o Município de Estarreja montou no Ginásio da Escola Padre Donaciano (investimento de 30 mil euros), disponibilizando 24 camas, era assegurada outra resposta para responder à eventual necessidade de isolamento profilático de utentes de IPSS.

Com a autarquia a avançar e estando testada mais de metade do universo em causa, no final de abril, inicia-se em Estarreja a Operação de Testes promovida pelo Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, com coordenação da CI Região de Aveiro e parceria com o ACES do Baixo Vouga e unidades de saúde locais (recolhas) e a Universidade de Aveiro (análise laboratorial). 

Feito o balanço geral da operação, o Município assegurou 512 testes (investimento de 51 200€) e o Estado realizou 281 testes (investimento de 28 100€).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *