COVID-19, Póvoa de Lanhoso

Póvoa de Lanhoso prepara o regresso à vida social com 32 mil máscaras

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso vai fazer chegar cerca de 32 mil máscaras à casa dos Povoenses. Esta medida tem em vista o regresso parcial à vida social, de forma a que a população esteja mais protegida.

“Apelamos ao uso de máscaras sociais para minimizar as possibilidades de contágio. Não podemos cometer o erro de abrandar com as medidas de proteção ao contágio do vírus. Com o fim do estado de emergência, não se pode erradamente achar que o problema já passou. O regresso gradual à vida social tem de ser feito com muito cuidado. E a nossa Autarquia, com a entrega destas máscaras, pretende insistir na necessidade de nos protegermos”, refere o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Avelino Silva.

Desta forma, com a colaboração dos CTT, a Autarquia da Póvoa de Lanhoso vai entregar na casa dos Povoenses cerca de 32 mil máscaras, sensibilizando para o seu uso, em complemento com a continuidade de outras medidas de proteção, como, por exemplo, a lavagem frequente das mãos e a manutenção de distanciamento social.

Segundo a Direção Geral de Saúde, “é de considerar o uso de máscaras por todas as pessoas que permaneçam em espaços interiores fechados com um número elevado de pessoas [supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais, transportes públicos], como medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória”.

A utilização de máscaras deve ser acompanhada do conhecimento e domínio das técnicas de colocação, uso e remoção, e a sua utilização não pode conduzir à negligência de medidas fundamentais como o distanciamento social e a higiene das mãos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *