Cultura, Grândola, Tecnologia

Grândola celebra o 25 de Abril digitalmente

Há um passado histórico que liga Grândola e os grandolenses a José Afonso, tão bem expresso na canção Grândola, Vila Morena, símbolo do 25 de Abril e dos seus valores, que a todos nos honra e que nos responsabiliza a transmitir às gerações futuras os valores da liberdade, da fraternidade e da igualdade.

Hoje e sempre a população de Grândola celebra o 25 de Abril e a canção que se transformou no hino deste concelho e que é hoje, igualmente, um hino de resistência e de esperança para milhões de cidadãs e de cidadãos em todo o mundo.

Este ano, em condições especiais devido ao momento que atravessamos e que nos priva da liberdade de vir para a rua festejar, o Município de Grândola comemora os 46 anos da revolução dos cravos, com recurso às novas tecnologias, com várias atividades agendadas para serem disponibilizadas e acompanhadas pelos Grandolenses e pelo mundo, nas plataformas digitais da autarquia: Facebook, Instagram e Youtube.

Concertos, documentários, mensagens de artistas nacionais e internacionais, sugestões de música, de filmes e de livros sobre Abril são algumas das propostas do programa Comemorativo.

O grande destaque, vai para dia 24, às 22h, com um dos momentos altos da programação, com o Concerto Exclusivo Comemorativo dos 46 anos do 25 de Abril, com Luis Galrito. Detentor de um timbre bem peculiar, Galrito é Cantautor, letrista, compositor, e intérprete, com uma genuína vertente de trovador, com um saudável misto das raízes folk do Alentejo, de onde é oriundo. À 00:20 serão lançados 25 murteiros acompanhados pela música Grândola Vila Morena.

Dá mais força à Liberdade – Mensagens para Grândola, é outro dos destaques da programação. A iniciativa reúne um conjunto de reconhecidos artistas nacionais e internacionais, que nestes tempos de confinamento, para assinalar a ligação indissociável da Vila Morena ao 25 de Abril, e aos valores da liberdade, gravaram para Grândola, mensagens que vão ser transmitidas nos dias 24 e 25 de Abril às 21h. Participam: Mário Lúcio (Cabo Verde), The Last Internationale (EUA), Golosa la Orquestra (Chile), Sérgio Godinho, Carlão, Rui Reininho, Samuel, Afonso Dias, Albano Nunes, António Manuel Ribeiro, Quem te viu, quem te vê – Instituto Memória Musical Brasileira, Luis Galrito, António Duarte, Rui Pato, Grafonola Voadora (João Espada, Luís Galrito e Napoleão Mira), Viriato Teles e José Fanha.

No Dia 25 de Abril, As Comemorações começam a ser transmitidas às 10h40 com a Arruada virtual da Banda da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense. Pelas 11h, é transmitido em direto o Hastear da Bandeira nos Paços do Concelho, e as Mensagens do Presidente da Câmara Municipal de Grândola, António Figueira Mendes, e do Presidente da Assembleia Municipal, Rafael Rodrigues.

Outro dos pontos altos destas comemorações ocorre pelas 15:00, momento em que todos são convidados a cantar nas janelas e varandas a “Grândola, Vila Morena” e o Hino Nacional.

No domingo, 26 de Abril, às 15h, é divulgado o Documentário «Se fores preso, camarada». Testemunhos de grandolenses perseguidos e presos durante o Estado Novo. Município de Grândola, 2018. Produção e realização: A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria.

O Município de Grândola lançou ainda dois desafios online aos munícipes: escreverem uma frase, um texto, um poema, uma ilustração ou uma colagem para expor no dia 25 de Abril na janela, varanda, muro ou portão, como forma de mostrar que, mesmo em casa, a Liberdade está a passar por aqui.

O segundo desafio são “Cartas a Abril”, e consiste em escrever uma pequena carta à liberdade e enviar para Biblioteca@cm-grandola.pt. A divulgação das Cartas de Abril está agendada para dia 26.

Se precisa de gestão de redes sociais pode ver a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *