Sociedade, Vizela

IPSS’s de Vizela receberam fardas

Na sequência do surto da nova estirpe de Coronavírus (COVID-19), foi decretado o Estado de Emergência Nacional, através do Decreto Presidencial n.º 14-A/2020, de 18 de março, e posteriormente renovado pelo Decreto Presidencial n.º 17-A/2020, de 02 de abril, tendo sido decretadas pela Presidência do Conselho de Ministros, através do Decreto n.º 2-A/2020, de 20 de março, e do Decreto n.º 2-B/2020, de 02 de abril, um conjunto de medidas de ordem preventiva e restritiva, designadamente deveres de confinamento obrigatório e de especial proteção, para evitar a transmissão da doença na comunidade.

De igual modo, tendo em consideração a atual situação evolutiva do surto epidémico, o Município de Vizela implementou o respetivo Plano de Contingência Municipal e tem vindo a adotar conjunto de medidas complementares com o objetivo de salvaguardar o interesse público municipal.

Neste seguimento, a Câmara Municipal, com contributo de vários empresários do nosso Concelho e da região, está a entregar kits às IPSS do Concelho, de onde cumpre destacar a Santa Casa da Misericórdia de Vizela, o Centro Social e Paroquial de Santa Eulália, o Centro Social e Paroquial de S. Miguel e a AIREV, e ainda às Unidades de Saúde Familiar do Centro de Saúde de Vizela e aos Bombeiros Voluntários de Vizela.

Assim, a Câmara Municipal recebeu 700 fardas oferta da empresa Fontoli, que começam a ser entregues a partir de amanhã às IPSS do Concelho, apoiando a comunidade local na prevenção e combate, ajudando a colmatar a falta destes artigos junto da comunidade.

Estas fardas serão ainda usadas nos dois espaços para lar/residência de retaguarda, no combate à pandemia da covid-19, instalados pela Câmara Municipal no pavilhão da Escola Secundária e na Escola Básica e Secundária de Infias.

De destacar que a Câmara Municipal de Vizela tem acompanhado atentamente a evolução do surto epidémico do COVID-19 no concelho e tomado as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *