Cultura, Marinha Grande, Sociedade

Comemorações da chegada de Guilherme Stephens à Marinha Grande chegam ao fim

As comemorações dos 250 anos da chegada de Guilherme Stephens à Marinha Grande encerram oficialmente no próximo domingo, dia 15 de dezembro, com iniciativas que têm lugar a partir das 15h00, no Museu do Vidro e na Casa da Cultura Teatro Stephens e que assinalam também o 21º aniversário daquele museu.

A Câmara Municipal celebrou ao longo deste ano os 250 anos da chegada de Guilherme Stephens à Marinha Grande, com um vasto conjunto de atividades, entre as quais se destacou a Grande Recriação História da sua chegada, que contou com direção e encenação do ilustre Marinhense Norberto Barroca.

Para a presidente da Câmara, Cidália Ferreira, “a população da Marinha Grande soube ao longo destes anos homenagear este homem e todos aqueles que preservam a nossa memória coletiva e contribuem para o enriquecimento cultural do nosso concelho. Por isso, foi pedido mais uma vez a Norberto Barroca, este maranhense do qual tanto nos orgulhamos, que trouxesse a cena estas memórias, após as obras de requalificação do nosso Teatro Stephens”.

A presidente acrescenta ainda o seu “sentido reconhecimento ao Norberto Barroca, já que sem ele nada disto seria possível, mas também um sentido obrigada a todos os autarcas que tornaram possível preservar este património. Um legado que recebemos e a que estamos a dar continuidade, dignificando as memórias desta nossa terra, Marinha Grande”.

Para o dia 15 de dezembro, estão previstas a inauguração da exposição documental, iconográfica e bibliográfica intitulada “Guilherme Stephens – Um Homem à frente do seu tempo”, a cerimónia de doação de bens ao Museu do Vidro; e a apresentação do livro e CD “Palco de Memórias” da autoria de Norberto Barroca e direção musical de Tiago Ferreira.

Se precisa de Agência de branding pode falar com a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *