Educação, Montijo

Montijo comemora o Dia Internacional das Cidades Educadoras

O Município do Montijo está a celebrar a 4.ª edição do Dia Internacional da Cidade Educadora, que este ano tem como lema “Escutar a cidade para a transformar”.

Assim, ao longo dos meses de novembro e dezembro, está a ser implementado um vasto conjunto de atividades, promovido pela Câmara Municipal do Montijo, pelos estabelecimentos de ensino, associações de pais e encarregados de educação, instituições particulares de solidariedade social e outras entidades (programa completo disponível em www.mun-montijo.pt).

As comemorações vão ter como ponto alto o momento formal e oficial de leitura da declaração do Dia Internacional da Cidade Educadora, no dia 2 de dezembro, pelas 10h00, no edifício dos Paços do Concelho, seguindo-se a interpretação da Canção do Dia das Cidades Educadoras pelo Grupo Coral do Montijo, pelo Grupo Tempos e Contratempos da Universidade Sénior do Montijo e por um grupo de alunos das Atividades de Enriquecimento Curricular da Escola Básica da Caneira.

Alguns alunos do Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra também vão participar neste momento, sendo recebidos pelo executivo municipal para entregar a caixa com “A Voz da Poeta”, um conjunto de cartas que são a súmulas das propostas individuais para transformação da cidade, apresentadas pelos respetivos alunos e suas famílias.

Ainda no dia 2 de dezembro, pelas 10h00, na Praça da República, no Passeio do Cais e no Parque Urbano das Piscinas, a câmara promove o jogo “Lugar ou Espaço” em que os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário são convidados a avaliar três espaços públicos da cidade do Montijo.

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Cidade Educadora, a autarquia encontra-se a desenvolver outras atividades dirigidas ao público escolar e ao público em geral.

No Laboratório de Aprendizagem do Montijo, até 29 de novembro, está a ser implementada a ação “A Cidade pela Nossa Voz”, desafiando os alunos do ensino básico e secundário a pensar a cidade com recurso a ferramentas digitais.

Também até 29 de novembro, na Praça da República, os alunos do 1.º ciclo do ensino básico envolvidos no Programa “Cidadania é o meu superpoder” do Projeto CRIA estão a pensar a cidade, mas através da arte, através da iniciativa “Direitos em Arte” pelo artista visual e performer Ricardo Guerreiro Campos.

No dia 30 de novembro, pelas 10h00, na Praça da República vão decorrer atividades de intercâmbio intercultural de tradições, dinamizadas pelos Projetos Municipais de Envelhecimento e outras entidades.

Em julho de 2017, o Município do Montijo aderiu à Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE), passando a integrar a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras (RTCE).

O conceito e conteúdo de Cidade Educadora surgiu em Barcelona, em novembro de 1990, quando 70 municípios do Mundo o assumiram, assinando a Carta das Cidades Educadoras e partindo do pressuposto de que todas as cidades dispõem de inúmeras possibilidades educadoras e podem oferecer importantes elementos para uma formação integral dos seus habitantes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *