Sociedade, Vila do Bispo

Vila do Bispo é pela terceira vez município do ano da região do Algarve

Vila do Bispo é novamente município do ano 2019 na categoria Algarve, agora com o projeto educativo «Conhecimento do Património Local».

A gala de entrega dos prémios decorreu no Mosteiro de Arouca, no passado dia 15 de novembro, onde a Câmara Municipal se fez representar pelo seu presidente, Adelino Soares, para receber o respetivo galardão.

A autarquia candidatou-se a este prémio, atribuído pela Universidade do Minho, no âmbito do concurso «Municípios do Ano Portugal 2019», com o projeto «Conhecimento do Património Local».

Este assenta na partilha da importância de diversos aspetos da História, do Património Natural e Cultural do município, enriquecendo as crianças com uma serie de conteúdos relativos ao meio onde vivem e estudam, integrando-se, assim, numa estratégia de educação e de sensibilização patrimonial dirigida à comunidade.

Esta disciplina inédita assumiu, como objetivo essencial, dar a conhecer a História, o Património Local, Natural e Cultural, Material e Imaterial, disponível no território concelhio de Vila do Bispo, contribuindo ativamente para a sua conservação e para a consciencialização, informação e desenvolvimento das crianças, e respetivas famílias, formando-as enquanto futuros gestores de uma riquíssima herança coletiva.

Antes da atribuição dos prémios, o autarca Adelino Soares participou na mesa redonda subordinada ao tema «Desenvolvimento Sustentável do Território». A iniciativa contou ainda com a presença da autarca de Arouca e anfitriã, Margarida Belém, e do autarca do Funchal, Miguel Silva Gouveia, Vencedor do Prémio Nacional.

A iniciativa organizada pela Universidade do Minho, através da sua plataforma UM-Cidades, visa reconhecer e premiar as boas práticas em projetos implementados pelas autarquias com impactos assinaláveis no território, na economia e na sociedade, que promovam o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade do município, bem como colocar na agenda a temática da territorialização do desenvolvimento, perspetivada a partir da ação dos municípios e ainda dar visibilidade e reconhecer, em diferentes categorias, realidades diversas que incluam as cidades, mas também os territórios de baixa densidade nas diferentes regiões do país.

Esta é a terceira vez que o município de Vila do Bispo é premiado neste concurso, depois de ter sido vencedor nacional em 2015, com o «Festival de Observação de Aves & Atividades de Natureza» e de, em 2017, ter sido o galardoado a nível regional, com o projeto «Evocação das Operações do U35 em Sagres».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *