Sociedade, Vizela

Juventude em Ação em Vizela

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela apresentou o Juventude em Ação, um Plano Estratégico para a Juventude assente numa política da juventude integrada, abordando as políticas de juventude numa perspetiva transversal e olhando os jovens como cidadãos de pleno acesso a todos os seus direitos.

Outros dos objetivos deste Plano Estratégico para a Juventude são aumentar as atividades para os jovens, assim como aumentar o número de jovens a participar nas atividades.

Na apresentação deste Plano, o Presidente da Câmara destacou Vizela como um concelho jovem, com cerca de 8000 jovens, ou seja, 36% de percentagem de residentes entre os 0-29 anos em Vizela.

Victor Hugo Salgado afirmou também que quando este Executivo tomou posse havia uma total ausência de estratégia para a juventude, assente em políticas avulsas e descoordenadas, com fraca adesão às poucas atividades desenvolvidas pela Câmara Municipal, assim como falta de articulação entre a Autarquia e o movimento associativo juvenil e parca ligação com as estruturas juvenis nacionais e internacionais.

Assim, decidiu este Executivo implementar um Plano Estratégico para a Juventude, o Juventude em Ação, que assenta em quatro áreas de intervenção essenciais, a saber: Cultura; Participação e Cidadania; Capacitação, Mobilidade e Geminação, e Redes.

Na área da cultura, o objetivo é implementar uma dinâmica cultural que vá ao encontro dos anseios e reivindicações dos jovens do Município, sendo disso exemplo o Concurso de Bandas de Vizela, a Festa da Juventude, a gravação de um CD, de dois em dois anos, com temas originais das bandas a concurso e ainda a criação do Espaço Autor na loja interativa de Turismo.

No que diz respeito à área da Participação e Cidadania, o objetivo é privilegiar atividades de participação e cidadania numa lógica de políticas feitas para os jovens e com os jovens, com destaque para o Orçamento Participativo Jovem de Vizela, cuja votação pública tem visto um crescimento exponencial relativamente aos anos transatos, nomeadamente 13 vezes mais face a 2017, tendo ainda duplicado o numero de votantes relativamente a 2018. Ainda nesta área destaque para as iniciativas Made In, Eco Chalenge e Vizela + Verde e ainda para a criação do Provedor da Juventude, no sentido de dar mais voz aos jovens, sendo nomeado um jovem, que terá a responsabilidade de ouvir os seus pares e dar-lhes voz junto do município.

Na área da Capacitação, Mobilidade e Geminação, o objetivo passa por diversificar os espaços e as oportunidades de aprendizagem e capacitação dos jovens de Vizela com vista à sua realização pessoal, profissional e social. Aqui destacam-se o GADJET – Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Jovem para a Empregabilidade Total, a Educação para os Direitos Humanos, o Corpo Europeu de Solidariedade, o Intercâmbio Juvenil Erasmus + e o Porta 65.

A área Redes tem como objetivo aprofundar as redes de trabalho colaborativo entre o tecido associativo juvenil, a comunidade e o Município, privilegiando o trabalho com o tecido associativo, o apoio às associações juvenis e ainda reforçando o trabalho do Conselho Municipal de Juventude.

Através deste Plano Estratégico para a Juventude A Câmara Municipal de Vizela revela o seu empenho em fazer efetivar os direitos da juventude consagrados na Constituição da República Portuguesa, mas sobretudo revela o seu empenho na defesa, salvaguarda e promoção de um dos seus ativos mais preciosos, a Juventude.

Se precisa de Agência de Ecommerce pode ver a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *