Cultura, Oliveira de Azeméis, Sociedade, Torres Novas

Rotunda evoca obra de Ferreira de Castro em Oliveira de Azeméis

A Câmara de Oliveira de Azeméis inaugurou uma obra de arte evocativa ao escritor Ferreira de Castro na rotunda junto ao agrupamento de escolas que tem o seu nome como patrono.

O monumento, um livro aberto representando a dimensão da obra e dos valores do escritor oliveirense, é da autoria da artista plástica Ana Sousa que contou com a colaboração de alguns colaboradores da autarquia oliveirense.
Para o presidente da autarquia, Joaquim Jorge, o conjunto escultórico constitui uma homenagem à maior referência cultural do concelho e a uma das figuras mais importantes e traduzidas da literatura portuguesa do século XX.

“Esta obra dignifica o escritor e a escola secundária com o seu nome”, disse o autarca, defendendo que “temos de potenciar a marca Ferreira de Castro e todos os valores relevantes que ele abordou em toda a sua obra”.
Daí ser importante “termos um plano estratégico” de promoção da figura de Ferreira de Castro, acrescentou o presidente da Câmara.

A artista plástica explicou que a obra foi baseada na sua “análise pessoal” sobre o escritor da qual destacou a “sua constante busca pela liberdade e a sua paixão pela natureza através de escritos em folhas soltas de jornais que ‘voavam’ como se de pássaros bravios se tratassem”.

Nas páginas do livro a autora transcreveu o primeiro parágrafo de um artigo de Ferreira de Castro sobre os escritores e outros artistas publicado em 1925 no suplemento semanal do jornal “A Batalha”.

Natural do Porto e colaboradora da Câmara de Oliveira de Azeméis, Ana Sousa iniciou cedo o seu percurso artístico sobressaindo da sua arte os jogos de luz-sombra e as cores vibrantes.

Os temas da sua preferência são a figura humana, os animais e o mar que transforma em seres fantásticos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *