Cultura, Destaque, Porto de Mós, Sociedade

18º Encontro Nacional de Tocadores de Concertina em Porto de Mós

Quando se fala em Barrenta e concertina, é sinónimo de festa. Pelo 18.º ano consecutivo, a aldeia da Barrenta, no concelho de Porto de Mós, acolhe o Encontro Nacional de Tocadores de Concertina.

Este pequeno lugar, na União das Freguesias de Alvados e Alcaria, conta com cerca de 38 habitantes, mas no próximo dia 28 de setembro, espera receber mais de 400 tocadores de concertina.

Esta iniciativa, faz parte da agenda de muitos amantes da cultura tradicional portuguesa, e em 2018 foram mais 550 tocadores, muitos executantes de cantares ao desafio, e milhares de visitantes. O encontro de 2019 pretende assim dar continuidade aos encontros anteriores, e continuar a fazer desta iniciativa, um dos maiores encontros de tocadores de concertina do país.

O encontro deste ano vai trazer algumas novidades. Os visitantes vão poder acompanhar o que acontece em palco, em qualquer parte da aldeia, através da implementação de ledwalls. A preocupação com o ambiente está também presente, e a organização vai adotar algumas medidas, com o objetivo de reduzir o lixo produzido.

Por esta altura, a aldeia mobiliza meios e infraestruturas, para responder às necessidades, e proporcionar assim um momento feliz a quem por ali passa. Para isso conta com o apoio e parceria de várias entidades locais.

O primeiro encontro foi em 2001 e envolveu cerca de 40 tocadores, com o objetivo de poder dar “vida” a uma aldeia que só por si iria desaparecer com o passar dos anos se nada fosse feito para ter alguma visibilidade.

Numa região que reúne 100 concelhos, lugares com história, lendas, costumes e tradições, onde é possível descobrir a essência de um país, este evento é, sem dúvida, um marco que perpetua um dos instrumentos mais típicos da nossa cultura popular.

Os sabores tradicionais da região, o artesanato e os costumes locais também têm lugar nesta festa.

No dia 28 de setembro a Barrenta acolhe os tocadores de concertina e restante público a partir 12h00 com entrada gratuita.

Artigo Anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *