Arouca, Educação, Turismo

Arouca Geopark com notoriedade reconhecida na geoeducação pela APG

O Arouca Geopark foi o destino escolhido, pela APG – Associação Portuguesa de Geólogos, para a realização do XXXIX CAP – Curso de Atualização de Professores de Geociências, subordinado à temática «Rota dos Geossítios do Arouca Geopark: aspetos educativos», que decorre de 6 a 8 de setembro, neste território.

São 70, os professores que irão reciclar e atualizar conhecimentos, com base no património deste geoparque mundial da UNESCO e no trabalho desenvolvido pela AGA – Associação Geoparque Arouca, nas áreas das Geociências e Geoeducação.

Ao longo de três dias, os participantes terão a oportunidade de conhecer melhor a Rota dos Geossítios do Arouca Geopark, visitando alguns dos geossítios mais emblemáticos da Serra da Freita (Panorâmica do Detrelo Velho, S. Pedro Velho, Frecha da Mizarela e Contacto Litológico da Mizarela, Pedras Parideiras, Panorâmica da Costa da Castanheira) e do Vale do Paiva (Coleção de Fósseis de Trilobites Gigantes de Canelas, Garganta do Paiva, Cascata das Aguieiras, Vau, Gola do Salto e Falha da Espiunca).

Para além das visitas, o programa conta com um seminário, aberto à comunidade, durante a manhã de sábado, na Loja Interativa de Turismo de Arouca, sob o tema «Dos recursos geológicos aos recursos patrimoniais e educativos». Neste seminário será feita a comparação entre a região mineira de Arouca e a realidade mineira atual de Portugal e serão apresentadas as ferramentas de valorização de recursos geológicos e patrimoniais, de que são exemplo, a Rota dos Geossítios do Arouca Geopark e a Rota Europeia Atlântica de Geoturismo. Esta última configura-se como um produto turístico, em implementação por alguns Geoparques Europeus, no âmbito do projeto Atlantic Geoparks, cofinanciado pelo programa INTERREG – Eixo Atlântico.

Para Margarida Belém, presidente da Direção da AGA e presidente da Câmara Municipal de Arouca, «a realização deste curso no Arouca Geopark confirma a crescente notoriedade que tem vindo a ser conquistada, em diversas áreas, nomeadamente na Geoeducação. Verificarmos que o património geológico deste território serve de mote para a renovação dos conteúdos educativos, disponíveis aos professores das geociências, é um reconhecimento enorme do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela equipa técnica da AGA».

O XXXIX CAP – Curso de Atualização de Professores de Geociências é promovido pela Associação Portuguesa de Geólogos, em colaboração com a AGA, a Câmara Municipal de Arouca e o Museu das Trilobites.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *