Educação, S. João da Madeira

Câmara de S. João da Madeira assegurou oferta de jardim-de-infância em agosto

Intitulado “Escola Aberta”, o programa de ocupação de crianças em idade pré-escolar, que decorreu em agosto em veio dar resposta aos encarregados de educação que trabalham neste mês e que, por isso, precisam desse apoio. A fim de efetuar um balanço da medida implementada, Presidente, Vice-presidente e Vereadora da Educação do município marcaram presença nas instalações do Jardim-de-Infância do Parque, na última semana deste projeto, que foi lançado este ano.

As crianças beneficiaram deste serviço proporcionado pela autarquia sanjoanense, que, tendo identificado esta lacuna na oferta educativa de S. João da Madeira, desenvolveu a presente solução que, na prática, não representou um acréscimo significativo de despesa para o município, tal como explicou a Vereadora Irene Guimarães, “esta oferta educativa foi desenvolvida com recursos já existentes, nomeadamente a equipa de colaboradores e técnicos e, ainda, os vários setores da Câmara Municipal, concretamente Biblioteca, Centro de Arte Oliva, Museus, Divisão de Planeamento, Ordenamento e Ambiente, entre outros, os quais se envolveram de forma fantástica, nesta experiência educativa, sendo que os espaços e materiais utilizados estão afetos à autarquia”.

A responsável pela área da Educação na autarquia sanjoanense destacou igualmente o facto de a “Escola Segura”, da PSP, ter participado neste programa, que contou com a presença do agente “Tonecas” e da técnica municipal responsável pelas ações de sensibilização no âmbito da segurança rodoviária e mobilidade.

Expetativas superadas

Reação muito positiva tiveram também os pais que recorreram a esta oferta educativa, destinada especificamente a quem, pela sua situação profissional, necessitava comprovadamente deste apoio no acompanhamento e ocupação dos filhos. Para o Presidente da Câmara Municipal, Jorge Vultos Sequeira, “tratou-se de uma experiência piloto, que correu muito bem, superando as expectativas de adesão. As crianças, encarregados de educação e os funcionários que participaram no ‘Escola Aberta’ deram-nos referências de tal modo positivas que estamos convictos da continuidade desta oferta já no próximo ano.”

As monitoras da Câmara Municipal de S. João da Madeira afetas a este programa desenvolveram diversas atividades lúdicas e criativas com as crianças, nomeadamente, atividades de culinária, expressão plástica, dramática e motora, para além de atividades livres nas salas e no recreio.

Registe-se que as crianças inscritas também tiveram acesso ao serviço de cantina escolar, com ementas elaboradas pela nutricionista do Município. O programa “Escola Aberta” funcionou nas instalações do Jardim-de-Infância dos Ribeiros e, a partir da terceira semana de agosto, passou para o Jardim-de-Infância do Parque.

Como sublinham os responsáveis autárquicos, a forte adesão das famílias a este serviço educativo correspondeu, portanto, à avaliação do município sanjoanense, que identificou a necessidade de desenvolver esta oferta pública educativa na cidade.

Precisa de calçado ortopédico verifique na Lola

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *