Cultura, Póvoa de Lanhoso

Grupo Cénico Povoense, na Póvoa de Lanhoso, ressurge com “O Gato”

A estreia da peça “O Gato”, comédia de Henrique Santana, está marcada para sexta-feira, 9 de agosto, às 21h45, no Theatro Club, e marca o ressurgimento do Grupo Cénico Povoense, na Póvoa de Lanhoso.

Aníbal Coelho, Aurora Moreira, Cândido Miranda, Célia Moreira, Gabriela Vieira, Helena Cunha, Leonor Silva, Litos Coelho, Ricardo Coimbra, Sérgio Araújo, Sílvia Barros, Teresa Miranda e Tiago Guimarães constituem o elenco.

Com encenação de Manuel Cardoso, “O Gato” tem outra apresentação marcada para dia 10 de agosto, sábado, às 21h45, no Theatro Club, igualmente no âmbito da programação Verão Com(n) Vida.

“Neste momento, a Câmara Municipal está em condições de dar um passo de gigante para elevar novamente o Teatro Amador: o renascer do Grupo Cénico Povoense”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Avelino Silva. “Há cerca de 50 anos que o Grupo Cénico Povoense deixou de ter atividade e sentimos que era vontade da comunidade, como um todo, que voltasse a existir um grupo com atores e atrizes locais, recorrendo a pessoas com larguíssima experiência e provas dadas em teatro, como é o Manuel Cardoso. Daí o nosso impulso e apoio a este projeto de forma a reanimar um grupo que é uma referência sobretudo para as gerações mais velhas de Povoenses, mas que também o será para as mais novas”, refere o autarca, assegurando que é intenção da autarquia que este projeto tenha continuidade e que a estes atores e atrizes mais experientes possam juntar-se “novos talentos”, pessoas que integram as oficinas de teatro do Theatro Club.

“A Póvoa de Lanhoso vai continuar a ser uma terra de Teatro, sendo a cultura uma das alavancas do nosso desenvolvimento. São as nossas origens e as nossas tradições e não queremos deixar que morram. O teatro feito por amadores está vivo na Póvoa de Lanhoso. Percebe-se que atores, atrizes e toda a equipa estão felizes com esta realidade. De certeza que também a comunidade se vai rever nesta forma de fazer teatro, vai recordar nomes que fizeram e fazem a história do teatro de amadores no nosso concelho e vai receber calorosamente o novo Grupo Cénico Povoense”, considera Avelino Silva, convicto de que o Grupo Cénico Povoense “será a alavanca para que a cultura e o teatro cresçam e floresçam uma vez mais na Póvoa de Lanhoso”.

Artigo Anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *