Albergaria-a-Velha, Desporto

Desporto Adaptado de Albergaria-a-Velha com mais de 50 atletas

O número de atletas a participar no Programa de Desporto Adaptado implementado em maio de 2018 chegou aos 70, mais vinte do que o objetivo estabelecido no contrato-programa assinado com a APPACDM de Albergaria-a-Velha. No primeiro ano de atividade, o Município faz um balanço positivo do projeto, que visa integrar pessoas com deficiência e/ou incapacidade na dinâmica desportiva do Concelho.

Com idades compreendidas entre os cinco e os 70 anos, os atletas do Programa de Desporto Adaptado praticam, de forma regular, atletismo, boccia e natação, com o minigolfe em fase de arranque. Entre maio de 2018 e abril de 2019, foram efetuados 745 treinos, 53% dos quais de natação. Não obstante muitas das pessoas participantes terem “começado do zero” nas modalidades, o projeto Albergariense participou em 10 eventos desportivos de cariz regional e nacional, com os atletas a conquistar, por diversas vezes, os principais lugares no pódio. A formação também foi uma prioridade no primeiro ano de atividade, tendo os técnicos locais participado em cinco ações de formação, duas das quais organizadas em Albergaria-a-Velha com a parceria do Município.

“Demonstramos, aqui, o que foi a nossa satisfação ao longo deste ano, as nossas conquistas”, referiu Catarina Mendes, Vereadora da Ação Social, na sessão de balanço do Programa de Desporto Adaptado, que decorreu na tarde de 21 de maio, na Biblioteca Municipal. “As conquistas não são as medalhas, são as pessoas que participam, que mostram que sabem fazer e que querem fazer mais”, realçou a autarca, feliz por o projeto ter crescido mais do que o esperado. Isabel Fonseca, Presidente da Direção da APPACDM, mostrou-se também muito satisfeita com a evolução do projeto que a IPSS está a operacionalizar no terreno e afirmou que “os resultados são o reflexo da boa decisão que se tomou” e no empenho dos técnicos da APPACDM.

Na sessão de apresentação do primeiro ano de atividade do Programa de Desporto Adaptado de Albergaria-a-Velha estiveram presentes cerca de 100 pessoas, entre atletas, familiares, parceiros do projeto e técnicos. Alberto Costa, Vice-Presidente da ANDDI – Associação Nacional de Desporto para o Desenvolvimento Intelectual, marcou presença no evento e revelou que a evolução da prática desportiva de pessoas com deficiência e/ou incapacidade no Concelho foi excelente. “Há pouco mais de um ano, eu estava a esclarecer dúvidas dos familiares e agora já temos pessoas a participar em provas. Penso que o Município está de parabéns”.

Renovado o contrato-programa por mais um ano, o projeto de inclusão social enfrenta novos desafios, entre os quais, garantir a prática desportiva desde a primeira infância; filiar a equipa da APPACDM na ANCNP – Associação de Natação Centro e Norte de Portugal para permitir a participação em provas oficiais do calendário nacional da Federação Portuguesa de Natação; participar em futuras provas oficiais de pista coberta na modalidade de Atletismo; ou aumentar o número de participantes em competições/encontros oficiais e não oficiais, com especial ênfase nas provas organizadas pela ANDDI.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *