Destaque, Oliveira de Azeméis, Turismo

Espantalhos voltam às ruas de Oliveira de Azeméis no II Festival de Espantalhos de Portugal

Cor, alegria, tradição, amor, cultura e identidade.
De tudo isto se faz a 2º edição do Festival de Espantalhos de Portugal que, entre 1 de junho e 31 de julho, regressa às ruas da cidade de Oliveira de Azeméis apresentando como grande novidade a coroação da espanta pássaros Francisca, a figura que dá alma a este projeto cultural.

O coroamento, marcado para o dia nove de junho no Largo da República, será o momento mais marcante da edição deste ano do festival “Francisca OAZ” contando, para tal, com a participação de alunos das escolas EB1 como figurantes.

“Estamos apostados em recuperar e preservar uma tradição que faz parte da nossa memória coletiva”, afirma o presidente da autarquia, Joaquim Jorge.

Estão, pois, abertas de novo as portas da cidade à espanta-pássaros que um dia veio do Alentejo para dar corpo a este projeto liderado por Conceição Ferreira, grande entusiasta deste antigo hábito usado para defender as cerejeiras das investidas das aves.

O Festival pretende relançar a imagem do município como capital nacional dos espantalhos fazendo jus ao estatuto que atingiu com a iniciativa Macinhata Espanta, realizada há mais de duas décadas e que levou Oliveira de Azeméis a inscrever o seu nome no Guiness Book of Records com a confeção e exibição de 1 113 espantalhos na freguesia de Macinhata da Seixa.

Desde então ficou o desejo de fazer renascer o espírito dos espantalhos e a realização, em, 2018, do 1º Festival foi o pontapé de saída para este projeto, renovado e ampliado.

“Queremos envolver toda a comunidade neste projeto apostando em valências culturais, pedagógicas e lúdicas junto do público”, sublinha Joaquim Jorge.

O autarca justifica a realização do evento pela “importância de se recuperar uma tradição, promover dinâmicas intergeracionais, projetar o concelho no país e no estrangeiro, imprimir um elemento agregador da identidade dos oliveirenses e transformar os espantalhos num cartão-de-visita identificando a cidade com a arte dos espantalhos”.

Poucos dias antes do seu início, no dia 26 de maio, a Companhia Marionetas da Feira fará uma pré-apresentação do Festival de Espantalhos no decorrer do Entr’Artes com o espetáculo “Espanta-Pássaros”, baseado no livro “Francisca OAZ”, de Conceição Ferreira.

No dia 1 de junho o destaque vai para as duas sessões do bailado “Francisca”, a primeira para as crianças, no Parque de La Salette, às 15:30, e a segunda, às 17:00, no cine teatro Caracas. O espetáculo é assegurado pela Academia de Dança “Fábrica das Artes”.

O programa prevê ainda atividades diversas e animação noturna aos fins-de-semana, arte urbana, um concurso de fotografia e um outro concurso destinado a premiar os melhores espantalhos desta segunda edição que incluirá ainda workshopos de fabrico de espantalhos, a decorrerem nas juntas de freguesia, e sessões de “show cooking” de alimentação saudável nos dias 19, 20 e 21 de julho, acompanhados de exposição e venda de produtores locais.

O edifício da Câmara Municipal estará, durante o Festival, decorado com espantalhos e tiras de pano representando o vestido da Francisca. A exposição de centenas de espantalhos estará alargada a toda a cidade e concelho sendo esperada a participação de municípios de todo o país.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *