Destaque, Estarreja, Sociedade

Estrelas do Carnaval do Rio para o Samba Com Vida em Estarreja

Celebridades brasileiras estarão em Estarreja no próximo fim de semana para 3 dias de formação e convívio naquele que é um dos maiores eventos da Europa

Aproximam-se dias “de muito samba no pé com gente de grande relevância do samba brasileiro”. O aviso é do presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina, e foi deixado durante a apresentação do Samba Com Vida 2019, uma iniciativa do Grupo Recreativo e Escola de Samba (GRES) Trepa de Estarreja que acontece no próximo fim de semana, dias 29 a 31 de março, trazendo a Estarreja entusiastas de 13 países, de Portugal, de vários países europeus e até do Paquistão.

Estarreja “começa a revelar-se como a capital do samba nacional”, afirmou Diamantino Sabina na sessão de apresentação na última quinta-feira, dia 21, no Café-concerto do Cine-Teatro, integrando-se numa estratégia mais abrangente e que procura “afirmar a região centro de Portugal como um produto de qualidade”, referiu. Por isso, o Município apoia o evento, “um coelho tirado da cartola” pela escola de samba Trepa Coqueiro e que traz a Estarreja “referências brasileiras do samba”.

O Samba Com Vida proporciona oportunidades de formação e partilha de conhecimentos, envolvido num clima de diversão e convívio, onde várias nacionalidades se encontram para aprender mais sobre Samba.

Olhando para o samba como um “laço que une”, a associação tem uma finalidade: fazer crescer Estarreja no mapa do samba. Raquel Silva, da direção do Trepa de Estarreja lembrou que “o Trepa recebe desde há muito tempo sambistas europeus que vêm desfilar connosco” no Carnaval. “O samba é internacional e não se restringe ao Brasil”. Este ano, o Samba Com Vida conta com a participação de 13 países, sendo por isso “um evento de grande envergadura”. Espera por isso “ver a envolvência de toda a cidade porque Estarreja sai a ganhar com estas iniciativas”.

Este é um dos maiores eventos de samba na Europa que na 1ª edição teve:
. 31 escolas de samba nacionais e internacionais
. 2500 participantes (Portugal, Brasil, Espanha, Roménia, Alemanha, Japão, Dinamarca e Finlândia)
. 25 horas de formação
. 12 workshops

Pedro Salsa e Quadros, da organização, começou por referir que no centro e norte do país, “onde estão os principais carnavais”, “não existia um evento de dimensão nacional e que apostasse claramente na formação”. E o Trepa decidiu preencher essa lacuna reunindo “várias componentes de formação”, desde gestão, coreografia, cenografia, dança, percussão. “Se queremos que o Carnaval seja um produto turístico e que seja importante para a região, temos que melhorar as competências dos que dão a cara na avenida.” Esse foi o mote que lançou o evento.

Este ano, “duplicamos o investimento reforçando a componente de formação e espetáculos”, adiantou Pedro Salsa. Estarão em Estarreja: o Mestre Odilon, “o mestre dos mestres, extremamente reconhecido no Brasil e com uma série de publicações sobre percussão”; Raissa de Oliveira, “rainha de bateria da Beija Flor desde os 12 anos e uma referência importante no Carnaval do Rio”; Patrick Carvalho, “coreógrafo sensação do Rio em 2018”, atual coreógrafo da Comissão de Frente da Unidos de Vila Isabel; Squel Jorgea e Matheus Oliverio, casal Porta-Bandeira e Mestre-Sala da Estação Primeira da Mangueira. Este ano, Squel Jorgea, “estandarte de ouro no Rio” será a madrinha do evento.

O Samba Com Vida’19, para além de Workshops & Palestras (dados por grandes nomes das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), Globos do Samba e Atuações, terá também o grande concerto do Grupo Fundo de Quintal, no sábado, 30 de Março, uma das principais, mais premiadas e reconhecidas bandas da MPB (Música Popular Brasileira), que se desloca do Brasil para dois concertos, em Estarreja e Lisboa.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *