Albergaria-a-Velha, Sociedade

Autarquia de Albergaria-a-Velha sensibiliza contra o desperdício alimentar

No âmbito do projeto Desperdício Zero no Mercado Municipal de Albergaria-a-Velha “A Praça”, o Município está a desenvolver uma campanha de sensibilização contra o desperdício alimentar. Nas bancas dos vendedores, os munícipes podem levantar, gratuitamente, um calendário de parede e o primeiro caderno da coleção Desperdício Alimentar com dicas úteis para não estragar comida.

“O objetivo da campanha é reduzir os impactos ambientais decorrentes do desperdício alimentar e levar a comunidade a alterar os seus hábitos de consumo, conscientes da importância de evitar que os alimentos vão parar ao lixo quando podem ser melhor aproveitados”, explica Sandra Almeida, Vereadora do Ambiente.

As dicas práticas que se encontram em cada mês do calendário não só ajudam as pessoas a desperdiçar menos alimentos, mas também a economizar tempo e dinheiro. Ao pensar mais sobre a comida que desperdiçamos todos os dias nas nossas casas, é possível criar uma mudança positiva para conservar alguns dos recursos mais valiosos do Mundo. Levar sempre uma lista de compras bem pensada antes de ir ao mercado, ter cuidado com as promoções que impliquem a compra de maiores quantidades, fazer compras a granel e colocar os alimentos nos locais corretos no frigorífico são algumas dicas que podem ser encontradas no calendário e que podem ser recortadas e guardadas após o término do ano.

No primeiro caderno Desperdício Alimentar, além de conselhos úteis, os munícipes podem encontrar alguns dados estatísticos sobre o tema e que promovem uma reflexão consciente sobre os nossos hábitos diários.

Em termos anuais, 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos adequados ao consumo humano se perdem ou são desperdiçados no Mundo. Em Portugal, cada pessoa desperdiça cerca de 100 quilos de alimentos por ano. Frutas, hortaliças, raízes, tubérculos, peixe e produtos marinhos são os alimentos com maior taxa de desperdício.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *