Cultura, Estarreja, Sociedade

Concerto dos 14 anos da Elevação de Estarreja a Cidade com dois talentos da terra

Janeiro é sinónimo de comemorações da elevação de Estarreja a cidade. No próximo sábado, dia 26, às 21h30, o Cine-Teatro de Estarreja será o palco do 14º aniversário. A entrada é livre.

Sendo a Cultura um dos fatores marcantes para o desenvolvimento do município, é com música que se celebra a efeméride. “No âmbito da nova estratégia para a política cultural, a valorização do território e dos seus agentes culturais, educativos e criativos é um pilar essencial na nossa dinâmica cultural. O momento comemorativo do aniversário de elevação de Estarreja a Cidade, nos últimos anos, tem sido um palco dessa valorização, mostrando à nossa comunidade o que de melhor os Estarrejenses fazem, em várias áreas artísticas, fomentando o envolvimento e participação da comunidade”, salienta Isabel Simões Pinto, vereadora da Cultura.

A Câmara Municipal de Estarreja continua a valorizar os agentes culturais locais e convida a Orquestra Filarmonia das Beiras, sob a direção do Maestro Cláudio Ferreira, tendo como solista a flautista Angelina Rodrigues, dois talentos da nossa terra que terão o merecido destaque neste dia de celebração. A autarca destaca o trabalho destes músicos canelenses com percursos académicos e artísticos brilhantes, que têm que ser dados a conhecer a todo o concelho.

Neste concerto, será apresentado a Abertura de As Bodas de Fígaro de Wolfgang Amadeus Mozart, o Concerto para Flauta de Jacques Ibert, interpretado pela flautista Angelina Rodrigues, e a Sinfonia nº7 de Ludwig van Beethoven, sob a direção do maestro Cláudio Ferreira.

É indiscutível que o dia 26 de janeiro de 2005 permanecerá na história do Município de Estarreja. Era então publicada no Diário da República a Lei nº 3/2005 que oficializava a Cidade de Estarreja. O Artigo Único da Lei nº 3/2005 refere que “A Vila de Estarreja, no Município de Estarreja, é elevada à categoria de Cidade”. A lei foi aprovada pela Assembleia da República a 9 de dezembro de 2004, tendo sido promulgada pelo Presidente da República, Jorge Sampaio, a 7 de janeiro de 2005.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *