Albergaria-a-Velha, Sociedade

Programa Idade Maior de Albergaria-a-Velha integra manual de boas práticas da CCDR Centro

O Programa Idade Maior do Município de Albergaria-a-Velha é um dos 127 projetos integrados no manual de boas práticas Envelhecimento Ativo e Saudável na Região Centro, recentemente publicado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR Centro).

Com o objetivo de dar visibilidade às várias iniciativas da região e de estimular outras, a CCDR Centro lançou em 2017 o primeiro concurso de boas práticas na área do envelhecimento ativo e saudável. De entre as várias candidaturas, foram compilados os melhores projetos que têm procurado dar respostas a esta nova realidade, com iniciativas inovadoras e de qualidade. Estes projetos são considerados boas práticas e constituem um exemplo a seguir por outras regiões do País.

Os projetos que integram o manual estão divididos em três categorias: Conhecimento + (boas práticas que valorizam a investigação e as tecnologias no envelhecimento ativo e saudável); Saúde + (boas práticas que contribuem para melhorar os cuidados de saúde mais orientados para o idoso); e Vida + (boas práticas que promovem estilos de vida mais saudáveis, com ou sem recurso à utilização das novas tecnologias). O Programa Idade Maior está inserido nesta última categoria na medida em que promove ações de aprendizagem ao longo da vida, atividade física sénior e outras iniciativas que ajudam a fortalecer as relações interpessoais e a participação ativa na comunidade.

Catarina Mendes, Vereadora da Ação Social, considera o Programa Idade Maior “uma aposta ganha”, que tem registado um número crescente de participantes ao longo dos anos. Para a autarca, o programa permite concretizar os objetivos do Município em termos de inclusão, com a promoção da partilha de saberes, do convívio, da cultura e do conhecimento ao longo da vida. Estes fatores contribuem para diminuir o isolamento social e fomentar o bem-estar do idoso. A inclusão digital também é uma prioridade, estando a Câmara Municipal a preparar várias ações no âmbito do projeto Comunidades Criativas para a Inclusão Digital. “Queremos ter uma comunidade sénior ativa, participativa e saudável”, frisa Catarina Mendes

Além do Programa Idade Maior, o manual de boas práticas inclui quatro projetos desenvolvidos por instituições do Concelho. A Cediara está presente com o Programa de Estimulação Cognitiva para DCL (manutenção das capacidades cognitivas dos idosos com demência) e o projeto Idade XXL, que promove a interação e a partilha entre gerações. A Probranca integra o manual com o Reabilitar’Te (sessões de fisioterapia individualizadas) e o Solar das Camélias com as Jornadas do Idoso. É de referir que Albergaria-a-Velha, juntamente com Coimbra, Leiria, Pombal, Aveiro e Góis, são os concelhos com mais boas práticas referidas. Para Catarina Mendes, o reforço do apoio às entidades concelhias que têm projetos na área do envelhecimento é um investimento do Município.

Em 2017, a região centro apresentava um índice de envelhecimento de 194 (por cada 100 jovens a região tinha 194 idosos), número superior à média nacional de 155. Assim, o envelhecimento ativo e saudável é uma prioridade estratégica da CCDR Centro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *