Coimbra, Tecnologia

Exploratório vence prémio internacional de ciência com programa Astronomia para Bebés

Astronomia para Bebés

O programa Astronomia para Bebés do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra foi hoje galardoado com o prémio Mariano Gago Ecsite 2018 na categoria Smart and Simple. A cerimónia de entrega de prémios decorreu esta manhã em Genebra, Suíça. Esta foi a primeira vez que uma instituição portuguesa ganhou o  Mariano Gago Ecsite Award.

O Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra arrecadou esta manhã o prémio Mariano Gago Ecsite 2018. O programa de divulgação de ciência “Astronomia para Bebés” foi o vencedor na categoria Smart and Simple. Dirigido a públicos muito jovens, entre os 0 e os 3 anos de idade, o programa de planetário decorre mensalmente, sempre no último domingo do mês às 10h15, no Hemispherium do Exploratório e propõe às famílias com bebés sentir o cosmos em família.

Paulo Trincão, diretor do Exploratório, recebeu esta manhã o prémio na cerimónia de abertura da conferência anual Ecsite, que este ano decorre em Genebra, Suíça, tendo-se congratulado com o galardão: “Ficamos muito satisfeitos e muito orgulhosos com o prémio! É uma espécie de óscar da ciência! É o reconhecimento internacional de que o trabalho que estamos a realizar no Exploratório tem qualidade e inovação ao nível internacional, sendo por isso também um incentivo para que continuemos a apostar em novos programas para públicos diferenciados”.

Ecsite é a plataforma internacional que reúne centros e museus de ciência de todo o mundo. Anualmente é realizado um congresso internacional onde se destacam dois projetos com prémios em diferentes categorias. Criados em 2015, os Prémios Mariano Gago têm o intuito de incentivar a criatividade no sector da educação informal de ciência. Esta é a primeira vez que o prémio é atribuído a uma instituição portuguesa. “O vosso projeto fez o júri sorrir, é exatamente simples e inteligente ao fazer algo que aparentemente é óbvio, mas que ainda não tinha sido feito. Gostámos especialmente que se dirija a um público até agora negligenciado nas sessões de planetário, os bebés. Gostámos da simplicidade da ideia e da execução, é a prova de que as produções para planetários não precisam ser multimilionárias”. Estas foram as palavras do júri sobre o projeto premiado Astronomia para Bebés.

“Esperamos poder agora melhorar o produto e exporta-lo para outros centros e museus de ciência equipados com planetários”, revelou a direção do Exploratório. O programa Astronomia para Bebés é um filme de cerca de 20 minutos aposta em estímulos visuais e auditivos para bebés, não recorrendo a narração. A conferência Ecsite decorre em Genebra, Suíça, desde hoje, 7 de junho, até dia 9 de junho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *