Albergaria-a-Velha, Sociedade

Município de Albergaria-a-Velha integra jovens portadoras de deficiência no mundo do trabalho

O Município de Albergaria-a-Velha vai integrar duas jovens portadoras de deficiência, com a categoria de assistente operacional, no Centro Escolar de Alquerubim (pré-escolar) e no Centro Escolar das Laginhas, Branca (1.º Ciclo). Os contratos de trabalho a termo certo, com a duração de um ano, passíveis de renovação, foram assinados na tarde de 2 de maio nos Paços do Município na presença da Vereadora da Educação e Ação Social, Catarina Mendes, e da Vereadora dos Recursos Humanos, Sandra Almeida.

A contratação das jovens Albergarienses, ambas com 20 anos, insere-se no Programa de Emprego e Apoio à Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade do Instituto do Emprego e Formação Profissional. O Município, com o apoio do GIP – Gabinete de Inserção Profissional, apresentou uma candidatura à medida Emprego Apoiado em Mercado Aberto, tendo esta sido aprovada pelo IEFP.

O Emprego Apoiado em Mercado Aberto tem como objetivos proporcionar às pessoas com deficiência e incapacidade ou capacidade de trabalho reduzida o exercício de uma atividade profissional e o desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais necessárias à sua integração, sempre que possível, em regime normal de trabalho. Nos centros escolares, as jovens vão desempenhar diversas tarefas na área de apoio educativo, trabalhando em colaboração com as assistentes operacionais e docentes das escolas.

O Município de Albergaria-a-Velha tem desenvolvido várias ações de promoção da inclusão social. Além da contratação de pessoas com deficiência e/ou incapacidade, a autarquia está a desenvolver um projeto de desporto adaptado nas modalidades de atletismo, boccia e natação de forma a melhorar a saúde e qualidade de vida dos munícipes portadores de deficiência e/ou incapacidade. Na área cultural destaca-se o Pontes Sonoras, um espetáculo multidisciplinar, com música, teatro e dança, que junta, em palco, utentes da APPACDM de Albergaria-a-Velha e jovens artistas do Concelho. A participação de crianças portadoras de deficiência e/ou incapacidade nos programas de ocupação de tempos livres, nomeadamente o Campo de Férias, e a abertura das Salas Snoezelen e de Integração Sensorial são outras medidas adotadas para construir um Município mais inclusivo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *