Educação, Marinha Grande, Sociedade

Câmara da Marinha Grande investe cerca de 400 mil na Escola Básica da Moita

A Câmara Municipal da Marinha Grande aprovou na sua reunião de 9 de fevereiro de 2018 a abertura do concurso público para a requalificação e ampliação da Escola Básica da Moita, que prevê um investimento de cerca de 400 mil euros.

O prazo para a apresentação de propostas termina no dia 14 de março.

Este investimento resulta da necessidade de dotar o edifício de melhores condições de segurança e conforto, para que nele possam funcionar quatro salas de ensino básico.

A proposta prevê a requalificação integral do edifício da Escola, revestimento exterior do edifício do Pré-Escolar e requalificação da ligação entre os edifícios através da passagem coberta, com prolongamento até uma das entradas exteriores e acessível por pessoas com mobilidade condicionada. Prevê-se ainda a requalificação do espaço envolvente e a edificação de um pavilhão polivalente que vem resolver o atual problema da inexistência de um recreio coberto.

Na requalificação e reorganização do espaço interior da escola do ensino básico serão implementadas medidas que a tornem acessível a crianças com mobilidade condicionada.

O projeto inclui a reorganização do espaço interior para a criação de uma zona ampla de circulação que ligue as quatro salas de aula e permita a existência de cacifos individuais para as crianças.

A reconversão dos três pequenos átrios vai originar um espaço amplo onde podem ser realizadas diversas atividades. Está prevista a reconversão do espaço destinado a biblioteca para a criação de uma sala de aula e a deslocalização da biblioteca para o espaço ocupado anteriormente pelo polivalente.

Serão executadas duas instalações sanitárias para uso dos alunos das quatro salas de ensino básico, acessíveis a crianças com mobilidade condicionada e separadas por género e uma instalação sanitária para adultos.

A intervenção contempla a construção de um pavilhão que funcionará como recreio coberto. O átrio e o pavilhão ficam separados por duas portas que, quando recolhidas, permitem que os espaços se fundam num espaço único.

Está definida a intervenção no espaço exterior com requalificação da passagem coberta, pavimentações, drenagem de águas pluviais, requalificação do espaço verde com a colocação de um brinquedo lúdico e a adaptação em termos de acessibilidade, entre interior e exterior do recinto escolar.

O preço base é de 392.825,38 euros, acrescidos de IVA e o prazo de execução é de 270 dias.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *