Educação, Póvoa de Lanhoso

Semana Internacional da Cidade Educadora começa na Póvoa de Lanhoso

Arquivo - 2016 (1)

Arranca já na próxima segunda-feira, dia 27 de novembro, a Semana Internacional da Cidade Educadora, que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove entre 27 e 30 de novembro, com diversas ações.

O programa divulgado inicialmente conheceu alterações no que respeita ao dia 30 de novembro.

Para essa data, 30 de novembro, Dia Internacional da Cidade Educadora, o programa prevê o encerramento simbólico da Semana, sendo de destacar o hastear da bandeira da Cidade Educadora (no Centro Escola António Lopes, pelas 10h30). Já nos Paços do Concelho, irá realizar-se, pelas 11h00, a abertura de uma exposição fotográfica sobre as atividades desenvolvidas durante a Semana, pelas 11h30, a apresentação do projeto “Prevenção de Incêndios, proteção da Floresta” do Agrupamento Gonçalo Sampaio e, pelas 12h30, a assinatura de protocolo entre a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, o Agrupamento Gonçalo Sampaio e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso.

O restante programa não teve alterações. Exposições, um seminário, leituras encenadas, oficinas de reciclagem, são algumas das propostas previstas, as quais englobam ainda a leitura pública da Declaração das Cidades Educadoras.

Para o dia 27 de novembro, o programa compreende, pelas 9h00, a abertura da exposição que estará patente na Galeria do Theatro Club. Ainda no Theatro Club, segue-se, pelas 9h30, um momento musical protagonizado por alunos e alunas das Turmas do Ensino Articulado da Música. Pelas 9h50, a Vereadora da Educação da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso faz a Leitura Pública da Declaração das Cidades Educadoras. Segue-se, pelas 10h00, o Seminário “O Direito à Cidade  e a Cidade dos Direitos” pelo Professor Doutor Manuel Sarmento ligado ao Instituto de Estudos da Criança da Universidade do Minho. Para as 11h30, está marcado um momento que visa prestar Reconhecimento Público a todas as instituições que contribuem para uma Cidade Educadora e que engloba a entrega de diplomas. Pelas 12h30, realiza-se a decoração de uma árvore, na Praça Eng Armando Rodrigues, com a colocação de pendentes com o nome das instituições reconhecidas.

De 27 a 30 de novembro, haverá ainda a leitura encenada e adaptada do livro “Álbum de Famílias” de Susana Amorim e Rute Agulhas (Editora 20/20) junto das crianças do 4º ano do primeiro ciclo de ensino. Este é um texto recomendado pela Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos e pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos de Proteção das Crianças e Jovens, que aborda o direito das crianças a terem uma família (e a serem felizes nela, seja ela qual for). Os alunos receberão ainda o marcador de livros “Eu Faço Parte da Cidade Educadora”

Nos jardins-de-infância, haverá, nas mesmas datas, oficinas de reciclagem, que visam aliar a educação para a temática do reaproveitamento de materiais e a criatividade, através da criação de auxiliares da natureza (joaninhas, abelhas, mochos, borboletas…) a partir da reutilização do interior de rolos de papel higiénico, que se transformarão em simpáticos elementos de decoração e/ou em brinquedos.

No dia 30, Dia Internacional da Cidade Educadora, realiza-se o encerramento simbólico da Semana, como referido anteriormente.

A Póvoa de Lanhoso é uma das localidades de todo o mundo que assinala o Dia Internacional da Cidade Educadora (30 de novembro), com um programa específico pensado sob o lema deste ano: “O Direito à Cidade Educadora”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *