Porto de Mós, Sociedade

Porto de Mós arranca com Estratégia de Prevenção dos Incêndios Florestais 2018

IMG_0055

Terminado o período crítico de incêndios e no âmbito da estratégia definida para a prevenção dos incêndios florestais, o Municipio de Porto de Mós deu início à empreitada de Abertura de Mosaicos de Parcelas de Gestão de Combustíveis Complementares à Rede Primária, no valor de 52 919,44€, financiada pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

Os trabalhos consistem no controlo da vegetação espontânea total motomanual, com o corte da totalidade do estrato arbustivo (matos); redução de densidades; podas e desramações, com uma poda/desramação nas espécies folhosas, bem como uma desramação nos pinheiros que ficarem no terreno de forma a criar descontinuidade vertical dos combustíveis.

Com estes trabalhos criam-se faixas de descontinuidade à propagação do fogo, garantindo-se, assim, a manutenção das espécies autóctones mais resilientes ao fogo, com destaque para o carvalho, a azinheira e o medronheiro.

As parcelas de terreno intervencionadas localizam-se nas freguesias de Porto de Mós, Serro Ventoso e Arrimal e Mendiga.

Ainda no âmbito da estratégia definida, decorre, na Base de Reserva de Alcaria, concelho de Porto de Mós, o primeiro Curso de Operacional de Queima, destinado aos militares do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro – GIPS, do distrito de Leiria, habilitando-os a preparar e executar operações de queima sob a supervisão de técnico credenciado em fogo controlado ou em fogo de supressão, ou em auxílio ao COS, após autorização expressa da estrutura de comando da ANPC, registada na fita do tempo de cada ocorrência. Esta formação vai contribuir para o cumprimento da execução do Plano Municipal de Fogo Controlado.

Estas são algumas das medidas já em curso, no âmbito da estratégia de prevenção alargada, que o Municipio de Porto de Mós pretende implementar criando uma rede, em parceria com todos os agentes de proteção civil (APC).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *