Palmela, Sociedade

Município de Palmela comemora Dia da Floresta Autóctone

metronews-sem-imagem

Plantação de árvores, uma visita à Horta Comunitária de Quinta do Anjo e uma caminhada assinalam, em Palmela, o Dia da Floresta Autóctone, que se comemora no próximo dia 23 de novembro. O programa comemorativo do Dia da Floresta Autóctone, organizada pela Câmara Municipal de Palmela, decorre entre os dias 20 e 26, com um conjunto de atividades direcionadas tanto para a comunidade educativa como para a população em geral.

No dia 23, às 09h30, serão plantadas cinco amendoeiras na encosta do Largo de São João, em Palmela, com o envolvimento de uma turma da Escola Básica Joaquim José de Carvalho. Seis dias depois, a 29, também às 09h30, a ação repete-se com plantação de cerca de 25 árvores, entre freixos, sobreiros e alfarrobeiras, na ciclovia de Pinhal Novo (setor entre a Rua Luís de Camões e Avenida Capitães de Abril), pelas/os alunas/os da Escola Básica António Santos Jorge. Para o dia 25, está reservada uma visita à Horta Comunitária de Quinta do Anjo, com a presença de formador e das/os participantes do projeto municipal “Hortas Comunitárias no Concelho de Palmela”.

Destaque, ainda, para uma caminhada de sensibilização para a importância das aves na proteção da floresta autóctone, no dia 26, às 09h00, com cerca de onze quilómetros, num percurso pela Serra do Louro, na Arrábida, candidata a Reserva da Biosfera da Unesco. As inscrições para o passeio, dinamizado no âmbito do programa “Mexa-se em Palmela”, estão a decorrer até dia 24 e devem ser feitas através da Divisão de Desporto, com o contacto telefónico 212 336 636 ou o endereço desporto@cm-palmela.pt. Antes da caminhada, as/os participantes têm ao dispor um kit para montagem de um abrigo para aves para colocar durante o percurso.

Além destas iniciativas, o Município associa-se à 8.ª edição da Semana da Reflorestação Nacional, do Movimento Plantar Portugal (www.plantarportugal.org), que apela à reflorestação do país e à defesa e promoção das espécies autóctones.

A floresta ocupa uma larga percentagem do nosso território, sendo um importante recurso económico e ambiental.

 

Artigo Anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *