Castro Marim, Cultura, Sociedade

Jornadas Europeias do Património Cultural reúnem 50 participantes em Caminhada pela Natureza em Castro Marim

passeionaturezaCM (4)

Decorreu ontem, na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de St. António, um passeio pela natureza, com o objetivo de assinalar as Jornadas Europeias do Património Cultural. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Castro Marim, reuniu cerca de 50 pessoas num percurso de 6km.

Descobrir ou redescobrir os segredos e os encantos das salinas de Castro Marim, com a colaboração do salineiro Reinaldo Faísca, foi um dos momentos altos deste passeio. Os participantes puderam comparar uma salina industrial, de grandes dimensões, onde o braço do homem foi substituído pelas máquinas, com uma artesanal, de pequenos talhos, onde o sal é recolhido manualmente.

A iniciativa contou com a colaboração do fotógrafo Agostinho Gomes, apaixonado pela avifauna da região do Baixo Guadiana, observável na exposição de fotografia sobre Património Natural, patente na sede da Reserva Natural, realizada em parceria com os fotógrafos Hugo Esteves e José Carlota.

As Jornadas Europeias do Património Cultural foram subordinadas ao tema “Património e Natureza”, promovendo a importância da relação entre as pessoas, as comunidades, os lugares e a sua História, mostrando como o património e a natureza se cruzam nas suas diferentes expressões – mais urbanas ou mais rurais – e para a necessidade de preservar e valorizar esta relação, fundamental para a qualidade da vida, para a qualificação do território e para o reforço de identidades.

A Caminhada pela Natureza foi uma iniciativa da Câmara Municipal de Castro Marim e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, com a colaboração do Centro de Marcha e Corrida de Vila Real de St. António, do fotógrafo Agostinho Gomes e do salineiro Reinaldo Faísca.

Artigo Anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *