Cultura, Destaque, Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Caminhada com História continua a dar a conhecer a Póvoa de Lanhoso

dav

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso realizou nos passados dias 9 e 10 de setembro (sábado e domingo) mais uma edição da Caminhada com História, em parceria com a Decathlon de Braga. Esta iniciativa contou com 55 participantes, oriundos não só do concelho da Póvoa de Lanhoso, mas também do Porto, Matosinhos, Maia, Braga, Guimarães e Viana do Castelo.

O Vereador da Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, André Rodrigues, congratulou-se pela boa adesão dos caminhantes a esta iniciativa. “Estamos muito satisfeitos pela forma como decorreu mais esta edição e contentes com a adesão que temos vindo a ter nestas edições da Caminhada com História”, salienta aquele responsável. “A ideia de uma caminhada de dois dias surgiu porque queremos valorizar o nosso património que muitas vezes nem sequer é do conhecimento dos nossos habitantes e acreditamos que estamos a alcançar os nossos objetivos”, explica André Rodrigues. “Deixo ainda um agradecimento aos escuteiros do agrupamento de Taíde, ao agrupamento de escolas da Póvoa de Lanhoso, à Real Confraria de Nossa Senhora de Porto D’Ave, à Junta de Freguesia de Lanhoso, às paróquias de Louredo e de Santo Emilião, à D. Cármen Dolores Guimarães e ao Rancho Folclórico de Porto D’ Ave, que tornaram possível a realização deste evento com esta qualidade, reconhecida pelos participantes”, conclui.

Ao longo dos 35 quilómetros de extensão (22 quilómetros no sábado e 13 quilómetros no domingo), esta caminhada pretendeu, tal como as edições anteriores, dar a conhecer a beleza do concelho da Póvoa de Lanhoso, com suas paisagens deslumbrantes e património edificado de relevância para o conhecimento da evolução dos nossos antepassados.

Este fim de semana de evasão pelo território povoense, repleto de boa disposição, partilha, entreajuda e algum espírito de sacrífico, fez com que alguns dos participantes superassem as suas próprias barreiras físicas e psicológicas, deleitando-se, por outro lado, com alguns cenários naturais. Castelo de Lanhoso, Castro de Lanhoso, Capela do Horto, Igreja de S. Martinho de Galegos, Igreja de S. Salvador de Louredo, Mosteiro de S. Bento e Santo Emilião, Sepultura de D. Joaquim da Boa Morte, Quinta Villa Beatriz, Santuário Rupestre de Garfe, Igreja de Santiago de Lanhoso, Via Romana XVII, Sala de Interpretação da Filigrana, Centro Interpretativo Maria da Fonte, Theatro Club e Santuário de Nossa Senhora de Porto D’Ave foram os locais visitados pelos participantes, nesta terceira edição.

Artigo Anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *