Palmela, Sociedade

Município de Palmela atribui apoios financeiros para instituições de solidariedade social

metronews-sem-imagem

A Câmara Municipal de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião pública de 19 de julho, propostas de apoios financeiros ao Centro Social de Palmela e ao Centro Jovem Tejo.

Ao Centro Social de Palmela a autarquia atribuirá uma comparticipação de 10 mil euros nas despesas com a colocação de coberturas no Jardim de Infância “A Árvore” – equipamento que acolhe as valências de creche, creche familiar e jardim de infância (180 crianças) – uma intervenção que garantirá as condições mínimas de segurança e salubridade daquele edifício, sede da instituição. Este apoio da autarquia surge na sequência de um conjunto de constrangimentos de natureza financeira que têm vindo a impossibilitar a realização de intervenções de caráter estruturante e duradouro naquele edifício. Recorde-se que o Centro Social de Palmela (CSP) é uma instituição particular de  solidariedade social fundada em 1974 – com um conjunto de respostas sociais importantes para a comunidade, nas áreas do apoio às famílias, intervindo com crianças, jovens, pessoas em situação de desemprego e em situação de fragilidade económica – com a qual a autarquia mantém uma relação de cooperação de longa data.

Ao Centro Jovem Tejo será atribuído um apoio financeiro no valor de 2 mil euros, destinado a comparticipar as despesas decorrentes da atividade da Comunidade Terapêutica “Luís Barros”, localizada em Quinta do Anjo. Esta instituição tem como principal missão  a Prevenção, Reabilitação e Reinserção de Toxicodependentes e desenvolve atividade no concelho há mais de duas décadas. A comunidade terapêutica acompanha, atualmente, 18 utentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 62 anos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *