Estarreja, Sociedade

Câmara Municipal de Estarreja atribuiu mais 150 mil euros à Unidade de Cuidados Continuados de Avanca

unidade2-1080x675_800x440_noticias_c82a34

A Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração Egas Moniz, com capacidade para 28 utentes – resposta que presta apoio social e cuidados de saúde, de forma continuada e integrada, a pessoas que, independentemente da idade, se encontram em situação de dependência, promovendo a sua autonomia e bem-estar – e o novo Lar representam um investimento global de mais de 4 milhões de euros do Centro Paroquial e Social de Avanca.

Ao serviço da comunidade desde outubro de 2014, a Câmara Municipal reforça o seu apoio à Unidade de Cuidados Continuados Egas Moniz com mais uma comparticipação de 150 mil euros a disponibilizar em 3 (três) tranches anuais, com valor previsto de 50.000.00€ (cinquenta mil euros) cada, corroborando, assim, o “claro benefício desta unidade para a nossa comunidade, como resposta única no Concelho, que contribui para a melhoria da qualidade de vida e para o reforço e incentivo do espirito de comunidade e de solidariedade, valores fundamentais que devemos preservar”, refere Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal.

O presente Protocolo de Cooperação Financeira, assinado no passado dia 18 de junho pelo Presidente da Câmara Municipal, Diamantino Sabina, e pelo presidente da direção da instituição, Padre José Henriques da Silva, dá sequência a um primeiro contrato-programa celebrado em 2014, que previa a comparticipação de 200 mil euros, a disponibilizar em quatro anos, e cuja tranche final, de 50 mil euros, foi entregue ao Padre José Henriques Silva, igualmente, no dia da comunidade da paróquia de Avanca.

Diamantino Sabina sublinhou, ainda, que “a perseverança e capacidade de mobilização e concretização do Padre José Henriques Silva, que resulta nesta enorme obra social que foi construindo em prol do bem-estar da nossa comunidade e em particular dos Avancanenses, merecem todo o reconhecimento e apoio da Câmara Municipal”. Também a comunidade Estarrejense reconheceu a valia do trabalho desta instituição quando “em 2015, no âmbito do Orçamento Participativo Municipal, votou em massa no projeto da Unidade de Cuidados continuados, garantindo mais 50 mil euros de apoio da Câmara Municipal”.

O investimento financeiro para a concretização desta obra é de 2,9 milhões de euros, financiado com 750 mil euros por protocolo celebrado entre o Centro Paroquial e Social de Avanca e a Administração Regional de Saúde do Centro, correspondendo a um autofinanciamento no valor de 2,15 milhões de euros. Para que a construção da Unidade de Cuidados Continuados esteja já concluída e em pleno funcionamento, a dívida do Centro Paroquial e Social de Santa Marinha de Avanca ainda é avultada, nomeadamente dívidas com particulares e com a própria Paróquia. O apoio global garantido pela Câmara Municipal, desde 2014, ascende já aos 400 mil euros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *