Sociedade, Vila do Conde

Tampinhas rendem 35 mil euros para material ortopédico em Vila do Conde

destaque_1_736_2500

A Operação Tampinhas, que decorreu de janeiro a dezembro do ano passado (12ª fase), acumulou um total de 53 toneladas, que dá um total de cerca de 35 mil euros de receita, tendo sido contempladas 46 entidades (individuais/coletivas). O produto da venda das tampinhas reverte integralmente a favor da compra de material/equipamento ortopédico e similar para doação a instituições e particulares.

Este resultado foi apresentado, na sessão de entrega dos donativos, onde marcou presença a Vereadora da Câmara de Vila do Conde, Dr.ª Lurdes Alves, assim como representantes dos outros municípios associados da Lipor e das entidades e pessoas contempladas.

Nesta 12ª fase da Operação Tampinhas, do concelho de Vila do Conde, foram beneficiados o Agrupamento de Centros de Saúde Grande Porto IV – Póvoa de Varzim/ Vila do Conde, a Venerável Ordem Terceira de S. Francisco e os Srs. Luís Lopes Ferreira e Ernesto Maravalhas Maciel.

As Instituições e as pessoas em nome individual foram selecionadas com base numa análise dos pedidos que foram chegando durante o período de recolha das tampinhas, e tendo por base os critérios definidos nas Normas de Aplicação da Operação Tampinhas.

Esta iniciativa iniciou-se em abril de 2006 e no total das 12 fases já foram apoiadas 477 Entidades e/ou pessoas em nome individual e distribuídos 1345 equipamentos.

Com a Operação Tampinhas, a LIPOR e os seus Municípios associados incentivaram a Sociedade Civil a separar tampas em plástico de embalagens, entregá-las separadamente na LIPOR, ou nas Instalações das Câmaras Municipais associadas, bem como em Instituições Públicas e Privadas da Região.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *