Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso lidera criação de Núcleo da Carta Portuguesa da Diversidade

Encontro Carta da Diversidade 2

A Póvoa de Lanhoso acolheu o 1º Encontro da Carta Portuguesa da Diversidade. Para além de dar a conhecer a Carta Portuguesa da Diversidade, procurou-se perceber a disponibilidade das entidades participantes integrarem um grupo de trabalho para esta temática, sendo certa a criação de um núcleo no Minho sedeado na Póvoa de Lanhoso.

O Encontro, no dia 25 de maio, reuniu representantes da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e das Câmaras Municipais de Braga, de Vila Nova de Famalicão, de Amares, de Vieira do Minho, de Barcelos, de Vila Verde, de Ponte da Barca e de Esposende, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

A Autarquia Povoense foi a primeira do país a subscrever aquele documento, em abril de 2016. “Tendo o Município da Póvoa de Lanhoso dado o primeiro passo, tornando-se o primeiro do poder local signatário da Carta Portuguesa para a Diversidade e agora convidando-vos a estarem aqui hoje presentes, aguardo que possam ser parte do grupo de trabalho que se anseia ser criado no Minho, porque, para além de muito termos a ganhar, entre nós, há muito mais de semelhante a unir-nos, do que de diferente a afastar-nos”, salientou, na abertura deste Encontro, a Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, que lembrou ainda o vasto trabalho que a edilidade tem desenvolvido ao nível da Igualdade, no âmbito do SIGO – Serviço para a Promoção da Igualdade de Género.

A sessão englobou uma apresentação da Carta da Diversidade através de uma representante do Secretariado da Comissão Executiva da Carta Portuguesa para a Diversidade, Carla Calado.

No final, Gabriela Fonseca mostrou-se satisfeita com os resultados. “O balanço deste encontro é muito positivo, não só pela manifesta vontade de adesão e de fazer parte do grupo de trabalhado do núcleo, assim como pela identificação de todas as Autarquias com os objetivos e dinâmica da Carta Portuguesa para a Diversidade”, salientou.

De facto, como resultado deste Encontro, as Autarquias presentes manifestaram interesse em se tornarem signatárias da Carta portuguesa para a Diversidade. Sem estar representada neste Encontro, a Câmara Municipal de Chaves remeteu mesmo a Carta assinada. Todas as Autarquias presentes manifestaram ainda vontade de fazer parte do grupo de trabalho a criar-se no Minho, após a criação do núcleo, que será na Póvoa de Lanhoso. Ainda hoje, a Póvoa de Lanhoso é a única Autarquia signatária a Norte de Aveiro

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *