Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Praia Fluvial de Verim na Póvoa de Lanhoso renova “Qualidade de Ouro”

Praia Fluvial de Verim (Arquivo) 1

A Quercus classificou a Praia Fluvial de Verim com Qualidade de Ouro, o que acontece pelo terceiro ano consecutivo.

“É naturalmente com satisfação e orgulho que vemos esta distinção. É necessário muito trabalho, empenho e dedicação de todos para mantermos os galardões, que nos são atribuídos, nas mais diversas áreas. É para a Póvoa de Lanhoso e para os Povoenses que a Câmara e a União de Freguesias de Verim, Friande e Ajude trabalham todos os dias. Os Povoenses podem usufruir de uma praia fluvial acessível a todos com condições de segurança e qualidade e estou certa de que os seus utilizadores respeitam a natureza e contribuem, assim, para tal distinção por parte da Quercus”, refere a Vice-presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca.

Este ano, foram distinguidas 396 praias com Qualidade de Ouro, 351 zonas balneares costeiras, 9 de transição e 36 interiores.

Para receber a classificação de praia com “Qualidade de Ouro”, a água balnear das praias tem de respeitar os seguintes critérios:

– Qualidade da água Excelente nas cinco últimas épocas balneares de 2012 a 2016;

– Todas as análises realizadas, sem exceção, na última época balnear (2015) deverão ter apresentado resultados melhores que os valores definidos para o percentil 95 do anexo I da Diretiva relativa às águas balneares; ou seja, para águas interiores 200 ufc/100ml e 500 ufc/100ml, respetivamente.

O objetivo da Quercus é realçar as praias que, ao longo de vários anos (cinco), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água.

Com o aproximar do início da época balnear 2017 e à semelhança das épocas anteriores, a Quercus classifica de ’Praias com Qualidade de Ouro’ as zonas balneares portuguesas em que as águas apresentam melhores resultados em termos de qualidade.

Este contributo da Quercus pretende criar e motivar os Municípios Portugueses a construírem e dinamizarem uma cultura de desempenho ambiental consolidado, com reflexos na qualidade da água balnear, mas que naturalmente a montante necessita de atitudes e planeamento direcionado para a sustentabilidade e educação ambiental.

Pelos critérios estabelecidos pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, as águas balneares em Portugal classificadas como tendo qualidade de ouro, têm como base a informação pública oficial, disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *