Albergaria-a-Velha, Destaque, Sociedade, Turismo

Albergaria-a-Velha, a capital do Pão

18671565_1329172807166181_2762647864698513537_o

Albergaria-a-Velha volta a ser a capital do Pão, com a realização da 4.ª edição do Festival Pão de Portugal. O evento, que no ano passado juntou cerca de 30 mil pessoas, vai decorrer na Quinta da Boa Vista/Torreão entre os dias 9 e 11 de junho. São três dias a experimentar mais de 70 variedades de pão de produtores nacionais, num festival com entrada gratuita e um programa cultural muito diversificado.

Entre as variedades de pão que vão ser apresentadas para venda, contam-se os tradicionais pães típicos da região e do País , mas este ano a oferta de pão para celíacos e intolerantes ao glúten vai crescer. Serão apresentados pão quinoa real sem glúten, pão sarraceno sem glúten, pão de alfarroba sem glúten, entre outros.
A oferta de pão doce também aumenta, haverá regueifa doce, pão de Deus e também o desejado pão-de-ló de Ovar. Para acompanhar estas 70 variedades de pão, há expositores com diversos complementos, como compotas, queijos e enchidos.

Como vem sendo hábito, o Festival Pão de Portugal vai ter um espaço dedicado ao fabrico de pão, com vários fornos e mesas de trabalho, sendo possível acompanhar a sua confeção, desde a levedação, amassadela e cozedura. Os pães fabricados neste espaço serão distribuídos pelas IPSS do Concelho, que têm o fornecimento de pão assegurado durante três dias.

Desde a primeira edição do Festival, as sessões de showcooking são muito procuradas. Mas este ano, além de se poder ver os Chefs a trabalhar, também se vai poder participar na mesa de cozinha e fazer os melhores pratos à base de pão. Os Chefs este ano são a Tia Cátia, presença habitual no canal 24 Kitchen, Cristina Manso Preto, presença habitual na RTP1, e Emídio Concha de Almeida. Do Brasil, viajando de propósito para o Festival, são aguardados Claudine e Óscar, proprietários da padaria e mercearia La Panoteca, em Curitiba, que desenvolvem um conceito de “slow food”, fabricando pães com farinhas integrais de trigo, centeio, cevada e milho, feitos com fermento natural, com receitas inspiradas em receitas portuguesas e uruguaias. Os mais novos também podem fazer pão através de sessões de showcooking.

Para além destas sessões, que são gratuitas, estão agendadas apresentações de livros e conversas à volta do pão, com destaque para a antropóloga francesa Mouette Barboff, que vem apresentar “Pão das Mulheres”, obra ímpar sobre o fabrico do pão nas décadas de 1980 e 1990, em três zonas distintas do País: Alentejo, Serra da Estrela e Alto Minho.

Relativamente à programação cultural do Festival Pão de Portugal, a edição deste ano também dá um salto, com o concerto de sábado à noite de Júlio Pereira. Compositor, músico, grande responsável pela reabilitação do cavaquinho em Portugal e no estrangeiro, Júlio Pereira prepara um novo álbum e é possível que venha mostrar alguns dos novos trabalhos. Estão ainda a ser preparados espetáculos de dança, teatro, e diversas animações musicais com grupos locais.

O Festival de Cinema Do Pão é outros dos atrativos. Os filmes selecionados para o certame serão exibidos durante o evento. O Do Pão é uma parceria entre o Município e o Cine-Clube de Avanca. Na Biblioteca Municipal, ao lado da Quinta da Boa Vista, vai estar em exposição “Maruxa”, uma mostra de Ilustração, de Mafalda Milhões.

O Festival promove ainda visitas guiadas à Rota dos Moinhos, com um programa gastronómico diversificado e passeios pela natureza, em torno dos moinhos. O Trail Rota dos Moinhos – “Comigo ninguém faz farinha!” é outras das ações do certame, com as inscrições a decorrer até ao dia 7 de junho. É uma prova com percursos exclusivos, como a passagem pela Pedreira de Mouquim, que varia entre uma distância mínima de seis quilómetros, até ao trail longo de 40 quilómetros.

Durante o Festival Pão de Portugal, no dia 10 de junho, Albergaria-a-Velha vai ser invadida pela Parada da Primavera, um desfile temático e colorido, com as crianças do pré-escolar e 1.º Ciclo, em desfile pelas ruas da cidade. A Parada da Primavera tem vindo a ser preparada ao longo do ano letivo e envolve mais de 1200 crianças das escolas do Concelho. Durante o fim de semana decorre a visita do júri do projeto comunitário “Albergaria em Flor – Unidos Criamos Valor”, um concurso não competitivo de embelezamento das ruas de cidade que promove relações de boa vizinhança.

O horário do Festival Pão de Portugal é o seguinte: sexta-feira, 9 de junho, das 15h00 à 01h00; no sábado, 10 de junho, das 10h00 à 01h00; e no domingo, 11 de junho, das 10h00 às 20h00.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *