Melgaço, Tecnologia

Aprovada a candidatura de disponibilização de Redes Wi-fi em Melgaçp

image022

Em breve, vai ser possível ficar conectado ao digital em vários locais do Município Mais a Norte de Portugal. ‘Melgaço é o primeiro Município a ver aprovada a candidatura de disponibilização de Redes Wi-fi’, disse a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, aquando do colóquio ‘Turismo de Natureza, Aventura e Segurança’, integrado na 2ª edição do ‘Pegada Zero – II Jornadas de Turismo de Natureza – PNPG – Melgaço 2017’, evento que decorreu até domingo, 14 de maio. O projeto consiste na disponibilização de internet gratuita aos turistas e visitantes do Município Mais a Norte de Portugal, intervindo em três pontos nevrálgicos da oferta turística do concelho, garantindo desta forma uma grande abrangência territorial do projeto: Centro Histórico, Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG) – Porta do PNPG de Lamas de Mouro e Vila de Castro Laboreiro. A candidatura, no âmbito do Programa Valorizar, representa um investimento total previsto de 58.000 euros (sendo o Incentivo aprovado pelo Turismo de Portugal no valor de 50.000,00 euros).

Melgaço é uma terra que celebra a vida e tudo o que ela tem de bom para o corpo e para o espírito, possuindo um conjunto de características que valorizam esta candidatura: oferta de alojamento, de restauração, de serviços públicos de apoio à visitação, oferta de animação turística e ofertas culturais que constituem motivos de atração. Melgaço disponibiliza também a quem o visita mapas e trilhos em ‘novos’ formatos (como gpx). ‘Ao proporcionar cobertura wi-fi, o Município está a contribuir para o aumento da qualidade da experiência por parte dos visitantes. Não podemos olvidar que o recurso às novas tecnologias permite fazer uso de ferramentas muito poderosas em termos de despertar emoções no turista/visitante e apelar ao consumo mais fácil do território.’, considera o autarca de Melgaço, Manoel Batista.

O racional da escolha subjacente às zonas a intervencionar prende-se com a sua maior concentração de turistas/visitantes. A beleza natural, o clima, o património histórico e a gastronomia, são alguns dos motivos pelos quais muitos escolhem Melgaço para descansar, mas, de acordo com os dados do Observatório Turístico de Melgaço, o Solar do Alvarinho (16561 visitantes) e a Torre de Menagem (8301) são os espaços mais visitados situados em pleno Centro Histórico. O Museu de Cinema Jean Loup Passek também se situa no centro histórico e atrai muitos curiosos (2647). Estes espaços em conjunto, juntamente com a Loja Interativa de Turismo representaram em 2016, 27.509 visitas. Dados da Loja Interativa de Turismo de Melgaço demonstram que Melgaço é eleito por turistas nacionais e estrangeiros: em 2016, 3314 visitantes passaram pelo espaço. Foram turistas de diversos pontos do País e do Mundo: 1708 nacionais e 1606 internacionais. Estes números são o resultado de uma aposta clara da autarquia na qualidade dos espaços e do seu acervo. Em Melgaço é possível descobrir histórias únicas, contadas com o rigor histórico, mas com as novas tecnologias apelativas e sem dúvida cativantes para o visitante.

A zona de montanha, ligada ao PNPG, constitui outra zona de intervenção. A Porta do PNPG de Lamas de Mouro representou cerca de 10.000 visitas no ano de 2016. Castro Laboreiro, por seu turno, é uma das mais emblemáticas aldeias do Parque Nacional e, também por isso, uma das mais procuradas. Não é por acaso que é uma das aldeias pré-finalistas das 7 Maravilhas de Portugal® – Aldeias, na categoria de Aldeias Remotas, juntamente com a Branda da Aveleira, as únicas candidatas no Norte de Portugal nesta categoria.
Loja Interativa de Turismo de Melgaço: primeiro investimento em interatividade do concelho

Há já algum tempo que Melgaço se tem vindo a integrar no conceito de Smart Cities, (cidades inteligentes), proposto pela Comissão Europeia. Melgaço tem vindo a fazer um esforço por estruturar a sua oferta e promovê-la com a maior abrangência possível, para tal, o Município tem apostado nas TIC como fator de competitividade e atratividade para empresas e cidadãos. A recente Loja Interativa de Turismo de Melgaço – parte da rede da PNP, ERT (Turismo Porto e Norte de Portugal) – constitui-se como o primeiro investimento em interatividade do concelho (inaugurada em maio de 2015). Já recentemente, o Município, no âmbito do Portugal 2020, propôs a financiamento do Programa Operacional Regional uma operação para valorizar os recursos naturais do concelho: o PNPG e o SIC (Sítio de Importância Comunitária) Rio Minho que constituem dois dos principais ativos (Património natural) do território em termos de turismo de natureza. Além de ser o único Parque Nacional de Portugal é território classificado como Reserva Mundial da Biosfera, por parte da UNESCO. ‘Os conteúdos que nos propomos a divulgar são fruto de um esforço de anos no que respeita à sua produção e, por outro lado, fruto de novos desenvolvimentos a breve prazo. Pretendemos que Melgaço se adeque aos estilos de consumo do turista do século XXI’, refere Manoel Batista, sublinhando que ‘É inegável a crescente importância do turismo, pelo que a competitividade no turismo é fundamental para a competitividade dos territórios. Queremos investir no relacionamento com os turistas, tornando a informação mais acessível, atualizada e dinâmica. Queremos passar de um conceito tradicional de receber o turista para um modelo mais holístico, onde o fator humano continua presente e é parte do processo (fator diferenciador, inclusive), para um conceito onde o turista, onde quer que esteja, possa aceder a informação que melhore a sua experiência de visita.’

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *