Celorico de Basto, Saúde

“Maio, mês do coração” celebrado em Celorico de Basto

cartazCoração_web

Durante o mês de maio o Município de Celorico de Basto e a UCC Mãos Amigas através da Unidade Móvel de Saúde irão promover uma série de ações direcionadas para a sensibilização para problemas cardiovasculares. Uma campanha da Fundação Portuguesa de Cardiologia à qual a Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto se associa.

Este ano a campanha incide no tema “O coração no Desporto” e procura incentivar a comunidade à prática desportiva e ao cuidado a ter com a dieta imprimindo hábitos saudáveis na alimentação.

“Estas campanhas são assuntos muito sérios que a todos dizem respeito, é preciso sensibilizar, incutir comportamentos saudáveis, esclarecer para os perigos de uma vida sedentária e uma alimentação desregrada. Sensibilizamos para cuidar da nossa comunidade” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca reforçou ainda o facto de parte da campanha incidir em faixas etárias mais jovens para que “percebam a importância de uma correta alimentação e da prática regular de exercício físico desde tenra idade”.

Para sensibilizar a população e incutir-lhes estes comportamentos serão promovidos, ao longo do mês rastreios cardiovasculares na Unidade Móvel de saúde com a avaliação de alguns parâmetros nomeadamente avaliação da tensão arterial, triglicerídeos, colesterol, peso, perímetro abdominal, entre outros. Será promovida uma mega aula de aeróbica pelo coração direcionada ao alunos do 2º e 3º ciclos de ensino, um showcooking “Alimentação saudável”, no dia 19 de maio, e como habitualmente, a heart run – corrida e/ou caminhada pelo coração, no último sábado de maio, dia 27.

“Cuidar do coração é cuidar da vida e por isso procuramos familiarizar as pessoas com hábitos saudáveis. Os hábitos saudáveis no dia-a-dia ajudam a saúde física e mental, melhoram a autoestima, amenizam os sintomas da depressão e da ansiedade, reduzem o risco de doenças cardíacas e fortalece o organismo ou seja, aumentam a qualidade de vida” disse Joana Teixeira, técnica de UMS.

 

 

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *