Albergaria-a-Velha, Economia, Educação

Empresários de Albergaria-a-Velha ajudam alunos no Concurso de Ideias de Negócio

18156166_1306663422750453_7462827164920879744_o

Diversos empresários e gestores de Albergaria-a-Velha estiveram envolvidos na preparação dos alunos que estão a participar no Concurso de ideias de Negócio. Hoje, pelas 21h30, no Cineteatro Alba, as 12 equipas concorrentes vão apresentar os seus projetos de negócio, desenvolvidos ao longo do ano letivo. É uma sessão de acesso livre, em que os alunos do ensino secundário e profissional, do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha e do Colégio de Albergaria, apresentam os seus projetos, em torno de ideias para produtos inovadores.

Os empresários e gestores Albergarienses desempenharam o papel de mentores dos grupos de alunos que trabalharam as ideias de negócio. O objetivo foi aproximar o meio empresarial das escolas em sessões de trabalho dirigidas pelos profissionais, por forma a melhorar a apresentação de amanhã. Os mentores são de origem muito variada, desde empresas que foram contempladas pelo Programa de Incentivos da Câmara de Albergaria, empresas incubadas na Incubadora de Empresas ou mecenas de alguns projetos do Município. São oriundos das empresas MESMO IT; Conjuga Segmento; Spartec; MP Consulting; Soul4Biz; Metalusa; MPD; Wise4Biz; Keypartner; Optipower; Metalegi; e Palbit.

São 12 as ideias de negócio na edição deste ano, apresentadas por grupos de três ou quatro alunos. Serão avaliadas por um júri independente, composto por José Valente, da SEMA – Associação Empresarial; João Duarte da AJE – Associação de Jovens Empresários de Albergaria-a-Velha; Francisco Banha, da GesEntrepreneur; Susana Carvalho, da AIDA – Associação Industrial do Distrito de Aveiro; e José Gomes, do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Os alunos competem por missões de empreendedorismo, que este ano serão a empresas, incubadoras e centros empresariais, em Lisboa (1.º prémio), Porto (2.º) e S. João da Madeira (3.º). As 12 ideias a concurso resultam de um processo de seleção, que começou com mais de três dezenas de projetos. Na edição deste ano, a terceira, surgem ideias muito variadas, desde aplicações que ajudam a carregar telemóveis ou a encontrar lugares de estacionamento, a sensores que facilitam o atravessamento de ruas nas passadeiras, passando por “apps” que emitem recibos para trabalhadores independentes ou outras que ajudam a escolher a roupa do dia a dia. Para conhecer estes projetos, o melhor é passar pelo Cineteatro Alba, amanhã, às 21h30.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *