Desporto, Destaque, Espinho

Estádio Municipal de Espinho será uma realidade

img_6761_94768400058fde50e91d7f
A Câmara Municipal de Espinho anunciou a construção do Estádio Municipal e informou que as verbas serão inscritas no orçamento municipal para o próximo ano 2018.
O anúncio foi efetuado hoje em conferência de imprensa realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal de Espinho com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Espinho, Pinto Moreira acompanhado pelo Presidente da direção do S.C. Espinho, Bernardo Gomes de Almeida.
A Câmara Municipal de Espinho e o Sporting Clube de Espinho chegaram a acordo relativamente à construção de um estádio de futebol.
Desde Novembro de 2009, data que coincide com o início dos mandatos do atual executivo, a Câmara Municipal de Espinho mostrou-se sempre disponível para ir ao encontro das propostas apresentadas pelas sucessivas direções do Sporting Clube de Espinho, tendo em vista obter uma solução para as suas infraestruturas desportivas, designadamente para o seu estádio de futebol.
Perante o interesse expresso pela atual direção do clube em não avançar com a construção de um estádio próprio, a Câmara Municipal de Espinho mostra-se disponível para viabilizar a construção de um Estádio Municipal.
A autarquia reconhece o interesse público desta infraestrutura e assume o compromisso de inscrever as verbas necessárias à concretização deste estádio no Orçamento Municipal de 2018.
A infraestrutura será construída nos terrenos contíguos à Nave Desportiva Polivalente, cedidos em Direito de Superfície ao Sporting de Espinho, pelo que a direção do clube vai colocar à consideração dos seus associados a renúncia desse Direito.
Face aos constrangimentos existentes, a direção do Sporting Clube de Espinho reitera a falta de condições para a concretização de um projeto próprio e manifesta o seu interesse na construção deste Estádio Municipal, com protocolo a celebrar entre a Câmara Municipal e o clube.
O Estádio Municipal terá as condições mínimas exigidas à participação em competições profissionais de futebol.
O Município congratula-se com a clarificação deste processo, manifestando uma aspiração a que o Sporting Clube de Espinho tenha ao seu dispor instalações condignas e capazes de responder às necessidades desportivas de um clube com a sua dimensão histórica.
O clube utiliza há quase 90 anos as instalações na Avenida 8, inicialmente designadas por “Campo da Avenida”, mais tarde “Estádio da Avenida” e, nos últimos anos, Estádio Comendador Manuel de Oliveira Violas.
Ao seu campo de futebol, juntou-se em 1965 o Pavilhão Joaquim Moreira da Costa Júnior, entretanto desativado.
A resolução dos problemas financeiros do clube passa, no âmbito do processo de insolvência aprovado, pela afetação desse património para outros fins.
Nestas circunstâncias, impõe-se uma solução urgente para as suas infraestruturas desportivas, não apenas pelo legado histórico do Sporting de Espinho, mas sobretudo pela dinâmica que tem caracterizado a atual equipa dirigente, com reforço do número de associados e a recuperação do apoio popular às atividades da instituição.
Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *