Economia, Oliveira de Azeméis, Sociedade

Oliveira de Azeméis distingue empresas integradoras de deficiência

primage_19138

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Isidro Figueiredo, classificou de “feliz” a parceria entre a autarquia e o mundo empresarial que tem dado resultados positivos na integração social e profissional das pessoas com deficiência.

O autarca, que falava na entrega do Prémio de Mérito Municipal de Integração das Pessoas com Deficiência e dos diplomas de reconhecimento a empresas do concelho, defendeu o envolvimento crescente do tecido empresarial na responsabilidade social dando respostas e abrindo-se à temática da deficiência.

A entrega das distinções às empresas que se destacaram, em 2017, na integração profissional de pessoas com deficiência, decorreu na Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (Cerciaz) e integrou a iniciativa “Azeméis é Social” que decorre até este domingo.

O Prémio de Mérito Municipal destina-se a reconhecer as boas práticas das empresas que integram nos seus quadros pessoas com deficiência promovendo a igualdade no acesso ao trabalho.

“Temos bons exemplos de inclusão social no município e o papel da autarquia é procurar estabelecer pontes e um diálogo permanente entre os parceiros com o objetivo de respondermos às solicitações da sociedade no que se refere a esta problemática, trabalhando para a construção de uma sociedade de igualdade de oportunidades para todos”, afirmou Isidro Figueiredo.

A vereadora da ação social, Gracinda Leal, aproveitou o momento para defender que “só com o trabalho de todos e em parceria poderemos ter um município mais inclusivo, mais fraterno e onde as pessoas se sintam felizes”.

A responsável pelas questões sociais reforçou que “precisamos de todas as entidades, sejam públicas ou privadas, e ainda da sociedade civil”. A vereadora recordou a criação, em dezembro de 2006, da Comissão Municipal para a Deficiência e o “trabalho positivo” desenvolvido ao longo dos anos.

A quarta edição de “Azeméis é Social” arrancou ontem na biblioteca municipal com a sessão temática “Igualdade e Cidadania” do Conselho Local de Ação Social, a apresentação do II Plano Municipal para a Igualdade e Responsabilidade Social do Município de Oliveira de Azeméis e o II Roteiro pela Diferença “Igualdade na Cidade – como fazer da Cidade um espaço de Igualdade”.

Esta sexta-feira, durante todo o dia, realiza-se o III Congresso “Bem Viver, Bem Envelhecer” no cine-teatro Caracas no âmbito do qual é assinado o protocolo que viabiliza a Estratégia de Combate à Violência Doméstica e de Género e terá a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *