Destaque, Economia, Évora, Sociedade

Reabilitação do Salão Central Eborense vai custar 2,5 milhões de euros

Anexo_DSC_0382

O Estudo prévio do projeto de reabilitação e requalificação do Salão Central Eborense foi debatido no dia 11 de abril, na reunião da Comissão Municipal de Arte e Arqueologia e, posteriormente, num encontro aberto nos Paços do Concelho, havendo a expetativa que a obra possa ter inicio no primeiro semestre de 2018.

A equipa de arquitetos do Atelier Mob, responsável pelo projeto, apresentou a maquete daquele que “se pretende um novo espaço polivalente para a produção e apresentação das artes na cidade de Évora”, revelou Eduardo Luciano, vereador da cultura da autarquia. O mesmo responsável acrescentou que o novo Salão Central acolherá diferentes valências, contando com uma sala principal de espetáculo que pode ter várias configurações, dispondo de um palco de grandes dimensões e uma plateia com capacidade para 182 lugares.

Tendo em conta os vários pisos do edifício, será possível a realização de espetáculos em simultâneo uma vez que a construção vai apostar na qualidade acústica do espaço, por forma a beneficiar os espetáculos que se realizem. De destacar também a existência de um miradouro com cafetaria, no terraço, e a construção de um elevador que tornará o imóvel acessível a todos.

A candidatura com o projeto final terá de ser entregue em Maio, prevendo-se que haja um parecer final durante o Verão. Cumprindo-se todos os prazos, Eduardo Luciano acredita que a obra poderá arrancar no primeiro semestre do próximo ano.

Recorde-se que o Salão Central foi criado como equipamento cultural em 1916 por José Augusto Anes, tendo já comemorado o seu centenário. Ao longo dos anos o espaço passou pela mão de diversos proprietários sempre com a predominância da exibição de cinema. Paulatinamente a afluência de público foi diminuindo, levando ao encerramento definitivo no final dos anos 80. Em 1996 o edifício foi adquirido pela Câmara Municipal de Évora.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *